Santos cede a virada para o Coritiba; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Santos desperdiçou a chance de chegar à vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao ceder na capital paranaense a virada para o Coritiba, por 2 a 1, depois de estar vencendo no estádio Couto Pereira. Com 36 pontos, o Peixe está quatro pontos atrás do líder Palmeiras, na quarta colocação. Já o Coxa termina a rodada mais longe da zona de rebaixamento, com 25 pontos, na 14ª colocação.

Depois de uma primeira etapa sem bola na rede, a equipe paulista abriu o placar aos 14 minutos do segundo tempo, com Ricardo Oliveira, que aproveitou falha de João Paulo e com liberdade foi para o gol. Kléber, aos 27 minutos, mostrou oportunismo para deixar tudo igual. Mas Iago, aos 41 minutos, com um golaço, fechou a contagem.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o São Paulo, domingo, no Estado do Morumbi, na capital paulista. Já o Santos encara no mesmo dia o Figueirense, na Vila Belmiro.

O jogo – Sem se importar em ser um visitante indesejável, o Peixe começou a partida tentando pressionar e logo no primeiro minuto Caju encontrou Ricardo Oliveira entrando na cara do gol, mas a arbitragem parou o lance para anotar o impedimento. Mais lançamento, aos seis minutos, desta vez para Copete, e Wilson deixou meta para interceptar. Aos oito minutos, Lucas Lima recebeu, dominou e bateu cruzado, pela linha de fundo.

O Coxa tentou reagir e chegou pela primeira vez no ataque aos 14 minutos, com Raphael Veiga, que foi carregando a bola e resolveu soltar o tiro, por cima do gol, isolando. O jogo era morno e o Santos tinha dificuldade de sair jogando. Em cobrança de falta, aos 20 minutos, Vitor Bueno mandou à direita do alvo.

Grande tentativa de Ricardo Oliveira, aos 31 minutos, pegando de primeira e obrigando Wilson a fazer grande defesa. Vacilo da defensiva alviverde, aos 36 minutos, Dodô aproveitou para dominar e cruzar rasteiro para Kléber completar e Vanderlei operar um milagre diante do ex-time. Aos 44 minutos, Neto Berola partiu para a jogada individual, invadiu a área e foi travado na bola por Caju.

Para a etapa final, as equipes retornaram sem modificações. Contra-ataque santista, aos seis minutos, com Vitor Bueno, que carregou a bola, abriu espaço e arrematou forte, para fora, com desvio. As duas equipes dependiam dos erros do adversário para criar. Mas, aos 14 minutos, o erro foi falta. João Paulo tocou para trás e serviu Ricardo Oliveira, que só teve trabalho de tirar do goleiro para abrir o placar.

O gol deu mais tranquilidade ao Peixe, que podia esperar mais para usar o contra-ataque, enquanto o Coxa dominava as ações, mas sem conseguir chegar a meta adversária. Aos 26 minutos, Juan cobrou falta fechada na área alvinegra e Luiz Felipe subiu para afastar o perigo. Mas, aos 27 minutos, Evandro chutou, Vanderlei fez uma linda defesa, mas Kléber, com oportunismo, apareceu para balançar as redes.

O Coritiba jogava bem, especialmente após tomar e fazer seu gol. Aos 32 minutos, Evandro recebeu lançamento preciso e arrematou na trave. Na reposta, aos 39 minutos, Renato levantou, Gustavo Henrique desviou e Wilson foi tirar no ângulo para ceder escanteio. Porém, aos 41 minutos, Iago mandou um petado, de longe, e estufou as redes para decretar a virada com um golaço.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA 2 X 1 SANTOS

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 21 de agosto de 2016, domingo
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Ailton Farias da Silva (SE) e Daniel Vidal Pimentel (SE)
Cartões amarelos : Neto Berola (Coritiba); Leo Cittadini, Gustavo Henrique e Jean Mota (Santos)

Gols
CORITIBA: Kléber, aos 27 minutos e Iago, aos 41 minutos do segundo tempo
SANTOS: Ricardo Oliveira, aos 14 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Wilson, Dodô, Luccas Claro, Juninho e Benítez (Evandro); Edinho, João Paulo e Juan; Raphael Veiga, Kleber e Neto Berola (Iago)
Técnico: Paulo César Carpegiani

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Caju; Renato, Léo Cittadini e Lucas Lima (Jean Mota); Vitor Bueno (Joel), Copete (Rodrigão) e Ricardo Oliveira
Técnico: Dorival Junior

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes