Santos aceita amistoso contra o Barcelona, mas avisa: “A Vila é o lugar ideal”

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Ciente do desejo do Barcelona de disputar, nos próximos meses, o segundo amistoso previsto em um contrato assinado na mesma época da transferência do atacante Neymar, o Santos avisa: só aceita jogar em janeiro de 2017, já que em dezembro de 2016 os atletas estariam de férias, e quer que a partida seja realizada na Vila Belmiro.

O clube catalão pretende vir ao Brasil em breve e deve sugerir um dos dois meses para o confronto com o Peixe. O presidente Modesto Roma Júnior explicou, em entrevista ao GloboEsporte.com, que o Alvinegro não pode atuar em dezembro. Questionado sobre um possível local para o amistoso, o mandatário recusou ir ao Maracanã ou estádios maiores.

– O Santos pode jogar em janeiro, mas de maneira alguma sugeriu dezembro, porque tem as férias. Acho que a Vila Belmiro é o lugar ideal – disse Modesto, em rápido contato telefônico com a reportagem.

O primeiro amistoso entre Santos e Barcelona foi disputado em agosto de 2013 e terminou com goleada de 8 a 0 para os espanhóis, no Camp Nou. Caso realmente seja realizado na Vila Belmiro, o segundo encontro terá particularidades, como contar com, no máximo, pouco mais de 15 mil pessoas, capacidade máxima do estádio, ruas estreias nos arredores e estrutura não tão boa para os visitantes. Por enquanto, Modesto não pensa em levar a disputa para outro local.

O time catalão entende que o segundo amistoso tem de ser realizado até o fim do contrato de Neymar com o clube (válido atualmente até 2018). Assim, caso o craque renove até 2022, por exemplo, o Barça teria até 2022 para vir ao Brasil jogar. Mas a intenção dos atuais campeões da Europa é vir logo.

No momento, o Barcelona não trabalha com a hipótese de pagar a multa de 4,5 milhões de euros (R$ 18 milhões) que teria de ser recebida pelo Santos caso o jogo não seja realizado, porque tem interesse em levar seu time principal ao Brasil para divulgar ainda mais sua marca pelo mundo.

Em novembro de 2014, o blog Bastidores FC divulgou parte do contrato entre Santos e Barça para a realização dos amistosos. O Peixe teria que enviar aos espanhóis oito opções de datas, mas até agora só passou duas, que não foram aceitas pelo Barça. Há duas situações em que a multa poderá ser aplicada: o clube europeu recusar todas as datas oferecidas pelo Alvinegro ou não aparecer no dia do jogo marcado.

A Justiça da Espanha investiga se o acerto para as partidas foi uma forma de simular o valor real da transferência do atacante para o Barcelona – o grupo DIS, que era dono de uma fatia de 40% do atleta, sustenta que elas foram usadas para fraudar o negócio. Nesta semana, porém, um tribunal brasileiro negou aos investidores acesso a essa documentação por entender que o vínculo entre os amistosos e a transferência de Neymar é “mera especulação”.

No acordo assinado, o segundo amistoso teria que ser realizado entre os dias 20 de julho e 1º de setembro. Porém, o Barcelona está disposto a mudar esse tópico e viajar ao Brasil entre dezembro e janeiro. Um empecilho para este plano é a Liga dos Campeões: se o Barça vencer o torneio novamente, terá que disputar o Mundial de Clubes da Fifa no Japão em dezembro, o que poderia adiar a viagem ao Brasil.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes