Ricardo Oliveira brilha e Santos alcança as oitavas da Copa do Brasil; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Poucos jogadores no país se sentem tão à vontade de jogar em casa como Ricardo Oliveira na Vila Belmiro. Desde que retornou ao Santos, no início do ano passado, o atacante tem se mostrado um autêntico matador no estádio santista. Nesta quarta-feira, o camisa 9 exibiu o seu arsenal como nunca e marcou os três gols da vitória do Peixe sobre o Gama, que garantiu a classificação do Alvinegro Praiano para as oitavas de final da Copa do Brasil.

Os números do nome do jogo são impressionantes na Vila Belmiro. Desde seu retorno ao clube, foram 37 jogos, com 28 vitórias, sete empates e somente uma derrota. Nesse período, balançou as redes em 27 ocasiões e deu nove assistências.

O inédito feito de marcar três gols em uma partida chega na hora certa para Ricardo Oliveira dar um recado para o técnico Tite de que está preparado para retornar à Seleção Brasileira, que volta a jogar pelas Eliminatórias da Copa do Mundo dia primeiro de setembro diante do Equador, fora de casa.

O Peixe agora concentra suas atenções para o duelo diante do Cruzeiro, domingo, às 18h30, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Já o Gama começa a pensar na próxima temporada, já que a equipe só disputava a Copa do Brasil até o restante do ano.

O jogo –  O Santos começou a partida disposto a definir o confronto. Nos primeiros 10 minutos, o placar só não foi aberto porque o goleiro Maringá protagonizou uma série defesas atabalhoadas e evitar o gol.
Com a bola, constantemente no campo de ataque, o Peixe não dava oportunidade para o Gama trocar passes e sequer conseguia passar do meio de campo.

O gol quase aconteceu aos 22, quando Ricardo Oliveira recebeu cruzamento da direita e cabeceou para grande defesa de Maringá, com direito a bola no travessão.

Aos 27, porém, não teve jeito. O artilheiro santista se ajeitou dentro da área, com a bola dominada, e chutou no alto, fora do alcance do goleiro do Gama. Um golaço.

Aos 33, com o time visitante no ataque, o Peixe quase chegou ao segundo, quando Vecchio achou Ricardo Oliveira na esquerda. O camisa 9 cruzou rasteiro na área, mas Vitor Bueno chegou um instante atrasado.
Aos 44, em novo contra-ataque, Vitor Bueno desceu pela direita e cruzou para Leo Cittadini. David chegou atrasado e derrubou o santista dentro da área. Na cobrança, Ricardo Oliveira escorregou, mas pegou firme na bola e balançou as redes pela segunda vez.

Bastaram 10 minutos da etapa final para que o Peixe sacramentasse sua classificação, quando Vitor Bueno foi derrubado na área e Ricardo Oliveira novamente converteu a penalidade.

O Gama chegou com perigo aos 17, quando Ítalo, que entrou no segundo tempo, arriscou de fora da área e Vanderlei se esticou para defender para escanteio.

Com a partida resolvida, o Santos teve espaço para jogar, mas não acelerou o jogo e dominava o Gama completamente.

Vitor Bueno ainda perdeu uma chance clara, no último lance da partida, ao ficar sozinho diante de Maringá, mas concluir para defesa do goleiro.

FICHA TÉCNICA – SANTOS 3 X 0 GAMA

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 27 de julho de 2016 (quarta-feira)
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público: 9.883 torcedores
Renda: R$ 147.395,00
Cartões amarelos: Copete (Santos)
Cartões amarelos: Murilo, David, Maringá, Pedrão, Michel e Eduardo (Gama)

GOLS:
SANTOS: Ricardo Oliveira, aos 22 e aos 44 minutos do primeiro tempo, e aos 12 minutos do segundo tempo.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Luiz Felipe (David Braz), Gustavo Henrique e Caju; Renato, Leo Cittadini, Vitor Bueno e Vecchio (Elano); Copete (Joel) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.

GAMA: Maringá; Dudu Gago (Gordo), Pedrão, Murilo e Felipe Assis; Eduardo, David, Michel, Jeferson Paulista (Ítalo) e Marcos Bahia; Rodrigo Pítio.
Técnico: Reinaldo Gueldini.

https://youtu.be/CJ0-3Ey9BQQ

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes