Revista diz que Schumacher voltou a andar; família nega e pede respeito

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A uma semana do aniversário de dois anos do acidente de Michael Schumacher, uma reportagem da revista alemã Bunte deixou os fãs do piloto esperançosos. A matéria, publicada nesta terça-feira sob a manchete “Já pode caminhar de novo!”, afirma que a recuperação do heptacampeão vai bem e que ele já seria até capaz de dar uns “poucos passos” com a ajuda de uma terapeuta. A informação, no entanto, foi rapidamente negada por Sabine Kehm, porta-voz da família.

“Infelizmente, uma informação nos faz esclarecer que estas afirmações sobre Michel não correspondem à realidade. Esta especulação é irresponsável”, afirmou Kehm ao jornal Bild.

Schumacher sofreu um grave acidente em dezembro de 2013, enquanto esquiava nos Alpes Franceses. Ele foi submetido a duas cirurgias para retirar coágulos de sangue do cérebro e passou meses em coma induzido no hospital na França. Em junho de 2014, foi acordado e transferido para a Suíça. Logo depois, em setembro, recebeu alta e foi se recuperar em casa, uma mansão às margens do lago Genebra.

A família evita os holofotes da imprensa e divulga poucas informações sobre o estado de saúde do alemão, limitando-se a dizer que o progresso é lento devido à gravidade da situação. Além de falar que Schumacher já era capaz de andar, a reportagem do Bunte afirma que o piloto já é capaz de erguer os braços, a despeito do baixo peso de seu corpo, que, após quase dois anos, perdeu muita musculatura. A porta-voz da família voltou a pedir respeito ao heptacampeão.

“Se levar-se em conta a gravidade dos danos, a proteção da privacidade é muito importante para Michael’, concluiu.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes