Por hegemonia, Mercedes terá que pagar R$ 19 mi para correr em 2016

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A Mercedes terá que desembolsar quase 5 milhões de dólares (R$ 19,2 milhões) para disputar a Fórmula 1 em 2016. No início do ano, o sistema que calcula a taxa de inscrição de cada equipe passou a se basear na pontuação da temporada anterior. Mesmo sem a usual pontuação dobrada na etapa de Abu Dhabi, a escuderia alemã bateu o recorde e chegou a 703 pontos em 2015. Assim, o valor para a campeã entrar na competição disparou e será quase dez vezes que a da Manor, última colocada, e o dobro da Ferrari.

Cada equipe será obrigada a pagar um valor inicial de 516 mil dólares (cerca de R$ 2 milhões), além de 6 mil dólares (R$ 24,4 mil)  por ponto marcado. A Manor não pontuou em 2015 e só terá que pagar o preço básico. Já Mercedes, que já havia aberto os cofres para custear os 701 pontos de 2014, despenderá uma boa grana para buscar o tricampeonato no Mundial de Construtores.

“Muito caro. É sempre triste assinar esse cheque. Mas este é o sistema inventado há dois anos. Quanto mais pontos marcamos, maior será a taxa para o próximo ano. Nossa intenção é ter o maios sucesso possível, marcando o maior número de pontos, por isso fica esse sentimento dúbio”, avaliou o chefe Toto Wolff.

Confira as taxas de inscrição das equipes para a temporada 2016:

Mercedes – 703 pontos – US$ 4,870,510

Ferrari – 428 pontos – US$ 2,725,036

Williams – 257 pontos – US$ 1,842,505

Red Bull – 187 pontos – US$ 1,481,235

Force India – 136 pontos – US$ 1,218,024

Lotus/Renault – 78 pontos – US$ 918,686

Toro Rosso – 67 pontos – US$ 861,915

Sauber – 36 pontos – US$ 701,924

McLaren – 27 pontos – US$ 655,475

Manor – 0 pontos – US$ 516,128

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes