Peru tem dois gols anulados e só empata com a Venezuela em Porto Alegre

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Peru e Venezuela empataram em 0 a 0 na estreia pela Copa América, neste sábado, na Arena do Grêmio. A seleção de Cueva e Guerrero teve dois gols anulados depois do auxílio do VAR, um em cada tempo.

As melhores chances foram do Peru. A pressão aumentou ainda mais quando Mago foi expulso aos 28 minutos do segundo tempo. Nos instantes finais, porém, a Venezuela suportou a pressão e contou com grande atuação de Fariñez para somar um ponto.

Cueva foi substituído no intervalo depois de uma pancada na nuca. Trauco e Guerrero jogaram todo o tempo. Soteldo, também, do Santos, entrou aos 38 minutos do segundo tempo.

Na próxima rodada, o Peru enfrentará a Bolívia, terça-feira, no Maracanã. A Venezuela “visitará” o líder Brasil, também na terça, no Estádio Fonte Nova.

O JOGO

O primeiro tempo foi movimentado. O empate pareceu justo, mas o 0 a 0 foi pouco pela movimentação e entrega das duas equipes na Arena Grêmio.

Logo aos seis minutos, o Peru abriria o placar se não fosse o VAR. Após bate-rebate na área, González chutou bonito para abrir o placar. A arbitragem acionou o vídeo e viu falta no choque entre Fariñez e Tapia.

No minuto 15, o Peru teve outra grande chance. Farfán puxou o contra-ataque e acionou Cueva. O camisa 8 invadiu a área e bateu mascado de canhota, para fora.

Quando o placar marcava 21, a Venezuela chegou com perigo pela primeira vez. Savarino inverteu para Murillo e o cruzamento achou Rondón. Gallese fez grande defesa. Aos 26, Savarino bateu falta fechada e Gallesse defendeu de novo.

Aos 31, Guerrero teve a primeira boa jogada. Ele deu boa bola para Advíncula bater forte, cruzado, e Fariñez defender em dois tempos. No minuto 36, Guerrero de novo: o centroavante recebeu lançamento, dominou de peito já driblando e chutou forte, por cima. Ainda deu tempo para o jogador do Internacional cobrar falta e exigir outra defesa de Fariñez.

SEGUNDO TEMPO

Diferentemente da etapa inicial, a primeira chance foi da Venezuela, logo no primeiro minuto, em cobrança de falta perigosa de Rondón. Bola passou perto da trave de Gallese.

Aos 17, o Peru teve outro gol anulado depois do auxílio do VAR. Farfán, impedido, faria bonito gol de cabeça depois de cruzamento da esquerda. No minuto 28, Mago recebeu o segundo cartão amarelo por acertar Polo e foi expulso.

Na sequência da expulsão, aos 30, o Peru teve a melhor chance para abrir o placar. Guerrero, na pequena área, recebeu de Farfán e chutou para Fariñez fazer um milagre. O VAR foi acionado para saber se a bola passou da linha – o que não ocorreu.

Com um a mais, o Peru tentou acuar a Venezuela. Aos 35, Flores bateu forte, de fora da área, para mais uma boa defesa do goleiro Fariñez. Depois da “blitz”, porém, os peruanos cansaram e não conseguiram aproveitar a superioridade numérica.

FICHA TÉCNICA
VENEZUELA 0 x 0 PERU

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 15 de junho de 2019, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldan (COL)
Assistentes: Alexander Guzmán (COL) e Jhon A. León (COL)
VAR: Leodán Gonzalez (COL)
Público e renda: 13.370/R$ 2.400.080

Cartões amarelos: PERU: Tapia e Carrillo. VENEZUELA: Mago
Cartão vermelho: VENEZUELA: Mago.

VENEZUELA: Fariñez; Rosales, Chancellor, Villanueva e Luis Mago; Herrera, Moreno (Hernández) e Rincón; Murillo (Soteldo), Savarino (Machis) e Rondón
Técnico: Rafael Dudamel

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrana, Abram e Trauco; Tapia e Yotún (Polo); González (Carrillo), Cueva (Flores) e Farfán; Guerrero
Técnico: Ricardo Gareca

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes