Pelé critica crise na Fifa

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Pelé descreveu nesta quinta-feira a crise de corrupção que assola a Fifa como “uma vergonha”, mas não quis expressar apoio a qualquer um dos possíveis candidatos à presidência da organização mundial.

Lenda do futebol, ele afirmou que o esporte continua a ser “um belo jogo” e que não poderia ser destruído por aqueles que o governam.

“É uma vergonha o que está acontecendo agora (com a Fifa), mas isso não é futebol, trata-se de algumas pessoas que trabalham com o futebol”, afirmou a repórteres na cidade de Gurgaon, próximo de Nova Délhi.

Pelé, que está na Índia para promover o futebol de base e que assistirá à final do campeonato inter-escolar Subroto Cup, também falou de seu compatriota Zico, treinador do FC Goa da Indian Super League e possível candidato à presidência da Fifa.

“Eu disse (a Zico) que é muito forte, tem coragem, porque eu não gostaria de ser presidente da Fifa”, disse ele.

O ex-jogador de 74 anos se recusou a apoiar alguém na corrida para a liderança do organismo mundial, e se limitou a observar que gostaria que fosse “alguém agradável, respeitoso com os outros”.

Nas últimas semanas, novos eventos, tais como a suspensão temporária por 90 dias pelo Comitê da Comissão de Ética do presidente Sepp Blatter e do presidente da Uefa e favorito para suceder o suíço, Michel Platini, balançaram novamente a instância .

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes