Mesmo preocupado com Covid-19, Ross Brawn acredita em corrida no Brasil

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Após o anúncio da definição do novo calendário da temporada 2020, com as oito primeiras corridas já confirmadas na Europa, a Fórmula 1 deixou em aberto sobre quais provas serão realizadas fora do Velho Continente este ano. Diretor técnico da categoria, Ross Brawn disse na última quinta-feira que está confiante que países como o Brasil, que passam por um momento delicado em relação ao controle do Covid-19, estarão em uma situação melhor para poder receber um GP mais para frente.

A primeira prova do calendário será o GP da Áustria, dia 5 de julho. As outras 7 provas em solo europeu serão disputadas na Inglaterra (2 GPs), Áustria (outra), Hungria, Espanha, Bélgica e Itália.

– O Brasil está no meio de um período muito difícil. O México também está no meio de um período muito difícil. Mas estamos otimistas de que essas situações melhorarão e, portanto, seremos capazes de construir um programa em torno disso – explicou Brawn, em entrevista à BBC.

Na última semana, a Fórmula 1 confirmou as informações de que pretende realizar entre 15 e 18 corridas na temporada 2020. Não há um calendário preciso após a 8ª prova, mas uma projeção de como o campeonato será disputado, seguindo um planejamento logístico entre os continentes.

Calendário das 8 primeiras corridas da temporada 2020 da F-1 — Foto: Globoesporte.com
Calendário das 8 primeiras corridas da temporada 2020 da F-1 (Foto: Globoesporte.com)

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes