Luiz Felipe faz Santos abrir o bolso e contrariar regra

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A diretoria do Santos tem como filosofia não gastar muito em contratações, dando prioridade a jogadores em fim de contrato, que não exijam grandes investimentos. Luiz Felipe, novo zagueiro do Peixe, é uma exceção a essa regra.

O contratação do defensor foi a primeira compra de direitos econômicos da gestão do presidente Modesto Roma, à frente do Alvinegro desde janeiro de 2015. O clube pagou ao Paraná Clube R$ 1 milhão por 55% dos direitos econômicos do jogador de 22 anos.

Técnico do Paraná e ex-treinador do Santos, Claudinei Oliveira se empolga ao falar do reforço santista e aposta que ele terá futuro na Vila Belmiro.

– Luiz Felipe é um zagueiro muito rápido, com bom passe e boa leitura de jogo. Jogo aéreo muito bom na frente e atrás. Acho que vai ter sucesso no Santos. Depende da adaptação, de lidar com fato de jogar em uma equipe grande, com pressão da torcida. Se conseguir, vai ter sucesso porque tem muita qualidade e vigor físico – disse.

Luiz Felipe se junta a outras três novidades do Peixe para 2016 – os atacantes Paulinho, Joel e Maxi Rolón. Antes, a atual gestão havia contratado Ricardo Oliveira, Elano, Chiquinho, Werley, Vanderlei, Valencia, Marquinhos Gabriel, Leonardo, Rafael Longuine, Ledesma, Leandro, Nilson e Neto Berola. Em todos esses casos, o clube não comprou direitos econômicos. Acertou apenas salários.

O ex-zagueiro do Paraná chega para uma posição que vem dando dor de cabeça para o técnico Dorival Júnior. Com David Braz em recuperação de lesão muscular na coxa esquerda, e Paulo Ricardo em tratamento de lombalgia, o treinador santista relacionou apenas dois defensores (Gustavo Henrique e Lucas Veríssimo) nas cinco primeiras rodadas do Campeonato Paulista.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes