Lewis Hamilton afirma ser contra mudança do GP do Brasil para o Rio de Janeiro

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O britânico Lewis Hamilton, hexacampeão da Fórmula 1, deu sua opinião sobre a possível mudança de local do GP do Brasil em 2021. Já que o contrato com o São Paulo acaba em 2020, o Rio de Janeiro manifestou o interesse em sediar a prova no ano seguinte. Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, em São Paulo, o piloto da Mercedes manifestou sua preferência em continuar correndo no Autódromo de Interlagos.

“Não acho que mudanças sejam algo ruim, mas eu sou um pouco ‘old school’. Eu amo Interlagos. Acho que com o carro que temos hoje, o circuito parece um pouco pequeno, mas também temos que nos certificar de que os circuitos clássicos permanecerão no calendário. Sempre tivemos muitos fãs vindo a Interlagos, acho que isso significa muito, a corrida fornece empregos para muitas pessoas. Particularmente, não sou muito adepto de mudar de autódromo. Mas, o Rio é uma cidade incrível”, declarou.

Hamilton também abordou a questão ambiental para defender seu posicionamento. Com apoio do presidente Jair Bolsonaro, o governo do Rio de Janeiro pretende construir um novo autódromo na região de Deodoro, na floresta de Camboatá, na zona oeste da capital carioca.

A construção do novo circuito, orçada em R$ 697 milhões, poderia gerar a derrubada de 180 mil das 200 mil árvores espalhadas pelo local. No momento, o contrato de construção segue suspenso pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) por falta de aprovação do estudo prévio de impacto ambiental na área destinado ao autódromo.

“Essa é a primeira vez que escuto sobre esses problemas ambientais que envolvem a construção de um novo autódromo no Rio. Honestamente, é preciso de muito dinheiro para construir um novo autódromo. Você não precisa cortar mais árvores”, disse Hamilton, acrescentando que destinaria os recursos a outras causas mais relevantes.

“O dinheiro pode ser direcionado para propósitos melhores, há muito mais coisas que o governo pode fazer com esse dinheiro. Ainda há muita pobreza no Brasil, um país com tanta gente boa e talentosa. Se fosse meu dinheiro, eu colocaria em causas melhores”, completou.

Já campeão, o britânico disputará o Grande Prêmio do Brasil no próximo domingo (17), às 14h10 (de Brasília). O treino classificatório, que define o grid de largada, está marcado para o dia anterior, às 15h.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes