Inter consulta Chelsea por Pato, mas espera negociação com Corinthians

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O bom filho à casa torna? Por mais complicado que seja, o sonho dos torcedores colorados de ver Alexandre Pato novamente no Beira-Rio é uma possibilidade. Existe interesse em ambas as partes, mas para o retorno do atacante virar realidade o clube gaúcho aguarda o desfecho da negociação entre Corinthians, que detém seus direitos federativos, com o Chelsea, clube pelo qual está emprestado. O Timão, por sua vez, já avisou que não pretende ceder o atacante a outro clube brasileiro.

De férias, o atacante estava em Porto Alegre ao menos até esta segunda-feira à noite, quando se encontrou com Iarley, hoje coordenador das categorias de base do Inter, numa coincidência. Em grupos de amigos separados, os colegas campeões do Mundial com o Colorado em 2006 se cumprimentaram e até posaram para foto em um restaurante da capital gaúcha. Empresário de Pato, Gilmar Veloz diz que a decisão depende do Corinthians. Inclusive, o jogador é aguardado no CT do clube paulista até sexta-feira.

– Pato já acertou com Inter, São Paulo, Palmeiras, Flamengo… como ele vai acertar se tem contrato com o Chelsea até dia 30? Ele tem um documento lá pronto de quatro anos de contrato que se o Chelsea quiser vai exercer. Não sei se vão exercer, não sou o Roman Abramovich. Se não ocorrer a compra, caberá ao Corinthians decidir o que fazer. O Pato está de férias esperando o seu futuro – afirma o empresário Gilmar Veloz.

O vice de futebol colorado, Carlos Pellegrini, quando esteve na Europa, foi até Londres. Lá conversou com os dirigentes do clube inglês para saber da situação do atacante. Ocorre que o Chelsea tem um pré-acordo com o Timão, no qual há uma intenção de contratação. O novo vínculo de Pato com os Blues seria de quatro anos. Só a partir daí, independente da resolução, o Colorado entraria na negociação.

O desejo do atleta é permanecer na Europa, mas a possibilidade de voltar para o clube pelo qual foi revelado é levado em consideração. No Beira-Rio, tentaria retomar a carreira em baixa e mostrar que o garoto promissor, campeão do Mundial de Clubes em 2006, ainda existe. A “casa”, aliás, é vista como um trunfo por conhecer o local e contar com o carinho de ambas as partes.

Restrição para o Chelsea

Em entrevista recente, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, explicou que não há no contrato uma cláusula que impeça o jogador de assinar com equipes da Inglaterra após o período. A única restrição é para os Blues.

Antes de liberar Pato por seis meses, Roberto de Andrade tentou convencer Pato a estender seu vínculo com o Corinthians. O jogador, porém, não aceitou. O contrato acaba em 31 de dezembro. Com isso, o atacante poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe (menos o Chelsea) a partir do meio de 2016 – saindo gratuitamente em janeiro de 2017.

Pato foi contratado pelo Corinthians no início de 2013, logo após a conquista do Mundial de Clubes. Para tirá-lo do Milan, o Timão pagou o equivalente a R$ 40 milhões na época. O atacante, porém, nunca caiu nas graças da Fiel.

Depois de perder um pênalti contra o Grêmio, pela Copa do Brasil de 2013, ficou sem clima no Corinthians e acabou sendo envolvido numa troca por Jadson com o São Paulo, onde passou dois anos por empréstimo. Nos últimos seis meses, esteve no Chelsea, sem brilho. Ele ainda tem contrato com o Corinthians até dezembro e é esperado no CT Joaquim Grava ainda esta semana.

Pato foi vendido pelo Inter ao Milan em 2007, com 28 jogos pelo clube gaúcho e 12 gols marcados, ainda com 17 anos. Pelo clube gaúcho, além do Mundial, conquistou também a Recopa.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes