Hamilton quer F1 unida contra o racismo e espera todos os pilotos ajoelhados nos próximos GPs

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Único piloto negro da Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton disse que conversou individualmente com alguns dos pilotos que escolheram não se ajoelhar durante o gesto de apoio à campanha contra o racismo antes das primeiras 2 corridas dessa temporada. Vencedor do GP da Estíria, na Áustria, no último domingo, o hexacampeão mundial também afirmou que espera unir o grid para os próximos GPs.

Apenas 11 dos 20 pilotos se juntaram a Hamilton no gesto de se ajoelhar. Max Verstappen, Charles Leclerc e Kimi Raikkonen foram alguns dos principais nomes que optaram por ficar de pé nos dois primeiros GPs da temporada.

– Tivemos as instruções dos pilotos na sexta-feira e depois ficamos todos debatendo se deveríamos voltar a ajoelhar. Eu disse que vou continuar fazendo isso – explicou o piloto de Mercedes, em entrevista ao “The Telegraph”.

Lewis disse que conversou com alguns dos pilotos que não se ajoelharam após uma reunião por videoconferência.

– Alguns dos pilotos, talvez, não entendam completamente o quão impactantes suas vozes podem ser para as pessoas. Alguns deles não querem apoiar (a campanha) “Homens Negros Importam”, mas defendem o anti-racismo, que é a mesma coisa. Eu tenho deixado claro que não estou apoiando o lado político, mas o lado dos direitos humanos.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes