Felipe Melo lembra gratidão a Luxemburgo e se mostra aberto a ser zagueiro no Palmeiras

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Aos 36 anos, Felipe Melo reencontrará um treinador que participou de seus primeiros passos como jogador profissional. A chegada de Vanderlei Luxemburgo ao Palmeiras faz o volante lembrar dos tempos de Cruzeiro, o segundo clube de sua carreira (depois de revelado pelo Flamengo), quando foi comandado pelo técnico.

Juntos, Luxemburgo e Felipe Melo viveram o grande ano de 2003, o da chamada Tríplice Coroa, quando o Cruzeiro ganhou o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e o Brasileirão. A relação rendeu um sentimento de gratidão ao jogador, que lembra de ter telefonado a Luxemburgo em outro momento marcante de sua carreira, anos depois.

– Uma coisa que poucas pessoas sabem é que quando eu fui convocado para a Copa do Mundo de 2010, eu estava na Juventus e liguei para o Luxemburgo para falar que ele fazia parte daquilo lá, porque ele muito me ajudou quando eu era um garoto ainda no Cruzeiro – disse Felipe Melo depois do jogo festivo de Zico no Maracanã, sábado.

O volante, velho conhecedor de Luxemburgo, se mostra otimista com a chegada do treinador ao Palmeiras.

– Um cara com o currículo como o dele é sempre muito importante. A gente espera realmente que ele possa nos ajudar a voltar a um caminho de títulos.

Em entrevistas recentes, antes de ser confirmado como técnico do Palmeiras, Luxemburgo disse que Felipe Melo renderia melhor como zagueiro do que como volante. O jogador dá sinais de que não se opõe à ideia.

– Eu gosto de ser útil. Ele disse que iria conversar comigo. Vamos ver.

O elenco do Palmeiras se reapresenta no dia 6 de janeiro para a nova temporada. Esta será a quinta passagem de Luxemburgo como técnico alviverde.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes