Em jogo de seis gols, Peixe arranca o empate contra o Novorizontino; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Novorizontino não recebia uma grande equipe em seu estádio há 20 anos. Depois de tanto tempo, o torcedor local foi presenteado com uma grande partida contra o Santos, na noite de sábado, pela 4ª rodada do Campeonato Paulista. No fim, depois de um duelo muito movimentado e imprevisível, o confronto acabou definido em 3 a 3. Com isso, o Peixe segue invicto e líder no Grupo A, com 8 pontos, enquanto o Tigre soma apenas 3 pontos, ainda sem conquistar nenhuma vitória, e ocupa apenas a quarta colocação no Grupo B.

Gabriel abriu o placar no único gol marcado no primeiro tempo. Pereira empatou logo no início da segunda etapa, pouco antes de Lucas Lima marcar mais um, em grande lance individual. Perdendo o jogo, o técnico Guilherme Alves, ex-centroavante que marcou história no Atlético-MG, fez três alterações quase simultâneas e viu dois de seus escolhidos virarem o jogo em seguida, para delírio da torcida local, que encheu o estádio Jorjão. Primeiro, Fagner empatou. Depois, Lima fez 3 a 2. Mas, nos minutos finais, Victor Ferraz, em bela cobrança de falta, decretou a igualdade.

Agora o Peixe se prepara para o clássico contra o Palmeiras. Depois de muita polêmica envolvendo os rivais e duas finais em 2015, as equipes se enfrentam no próximo sábado, às 17 horas, no Palestra Itália. No dia seguinte, o Novorizontino recebe o Oeste às 11 horas, de novo em casa.

Jogão

Depois de duas décadas, o torcedor do Novorizontino pôde assistir o time da casa novamente em ação contra uma grande equipe na cidade do interior de São Paulo. E o público não decepcionou. Com bandeiras e muita empolgação, o time comandado pelo ex-centroavante Guilherme tentou corresponder e fez 15 minutos de fora alucinante contra o Peixe.

Primeiro, Rayllan arriscou de longe, após jogada pela esquerda, e assustou Vanderlei. A resposta veio com Gabriel, que tentou surpreender o goleiro Anderson com um leve toque e viu a bola tocar a trave.

Na sequência, Pereira cobrou falta na entrada da área, a bola desviou na barreira alvinegra, enganou Vanderlei e saiu pela linha de fundo, deixando o grito de gol entalado da garganta dos torcedores locais.

A partida era lá e cá. Aos 19, Victor Ferraz fez bela jogada pela direita e cruzou para trás, mas Ricardo Oliveira bateu por cima. Dez minutos depois, já com o ritmo mais cadenciado, Adriano Pagode, ex-Santos, enfiou linda bola para Roberto, que finalizou para boa intervenção do camisa 1 santista.

E com tantas chances dos dois lados, já era esperado que mais cedo ou mais tarde a rede balançasse. E o gol saiu aos 39. A defesa do Novorizontino marcou bobeira e Renato aproveitou para lançar Ricardo Oliveira nas costas dos zagueiros. Em posição legal, o centroavante só teve o trabalho de rolar para Gabriel, que não desperdiçou e colocou o Santos na frente do placar antes do intervalo.

Brilha estrela de Guilherme

Na volta do segundo tempo, o técnico Guilherme Alves avisou que o Novorizontino não deixaria de atacar o Peixe, mesmo ciente do perigo com os contra-ataques. E o time não ficou só na promessa. Logo aos 7 minutos, Paulinho chegou com liberdade pela esquerda e bateu forte. Lucas Veríssimo desviou mal, para o meio, e Pereira empatou com belo chute no canto.

A festa da torcida, porém, durou pouco. Aos 12 minutos, Lucas Lima resolveu tudo sozinho. O meia matou arriscou jogada individual, entrou na área, limpou três adversários e bateu com o pé direito. Um golaço.

Com o empate, Guilherme não se intimidou e colocou seu time no ataque. E a estrela do treinador brilhou na noite deste sábado. Dois dos três atletas que Guilherme colocou no jogo, dois marcaram gols e viraram a partida em cima do atual campeão.

Aos 22, Rayllan deu linda assistência para Fagner no miolo da zaga santista e o meia bateu forte, no alto, para igualar o marcador novamente. Quatro minutos depois, Lima, que tinha acabado de entrar, recebeu pela esquerda, na entrada da área e, com muita liberdade, mandou a bomba para o gol. A bola foi rasteira, no cantinho de Vanderlei. 3 a 2 Novorizontino e um jogo digno do bom público que compareceu no estádio Jorjão.

Mas os santistas nas arquibancadas, que também apareceram em bom número, também tiveram seu momento de êxtase. Aos 39, quando o Santos demonstrava força para empatar o jogo, a bola parada acabou decidindo o placar final. Depois de muita reclamação por uma falta marcada na entrada da área, Victor Ferraz bateu com categoria para fazer 3 a 3.

O jogo ganhou ares de decisão e ficou nervoso nos minutos finais, mas nenhuma das duas equipes conseguiu anotar o gol que garantiria a vitória nesta quarta rodada do Paulistão.

FICHA TÉCNICA – NOVORIZONTINO 3 X 3 SANTOS

Local: Estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte

Data: 13 de fevereiro de 2016, sábado

Horário: 21h00 (de Brasília)

Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho

Assistentes: Herman Brumel Vani e Fabricio Porfirio de Moura

Cartões Amarelos: NOVORIZONTINO: Lima.

Renda: R$ 300,014,00.

Público: 8.505 torcedores.

GOLS:

NOVORIZONTINO: Pereira, aos 7, Rayllan, aos 22, e Lima, aos 26 minutos do 2T.

SANTOS: Gabriel, aos 39 minutos do 1T; Lucas Lima, aos 12, e Victor Ferraz, aos 39 do 2T.

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato, Thiago Maia (Serginho) e Lucas Lima; Patito (Victor Bueno), Gabriel (Neto Berola) e Ricardo Oliveira.

Técnico: Dorival Júnior.

NOVORIZONTINO: Anderson; Éder Sciola, Domingues, Jéci e Paulinho; Adriano, Deda (Fagner), Pereira e Rayllan; Wesley (Lima) e Roberto (Cléo Silva).

Técnico: Guilherme Alves

https://youtu.be/4lN2bnsBWuk

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes