Em jogo de oito gols, Santos vence e rebaixa Capivariano; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Santos conquistou uma expressiva vitória por 5 a 3 sobre o Capivariano na noite deste domingo e assegurou a liderança do Grupo A do Campeonato Paulista. Jogando na casa do adversário, o Peixe não precisou estar nos seus melhores dias para marcar dois golaços e construir um placar elástico no segundo tempo. Os gols foram marcados por Ricardo Oliveira, duas vezes, Vitor Bueno, Gabriel e Fabrício Lusa, contra. O Capivariano descontou com Bruno Maia, duas vezes, e Kleiton Domingues, no último lance do jogo.

Com 29 pontos conquistados, o Peixe já não pode mais ser alcançado pelo São Bento, vice-líder com 24. Dessa forma, assegura o mando de campo nas quartas de final do Estadual contra o próprio time de Sorocaba. Os interioranos, por sua vez, perderam outra e já confirmaram seu descenso para a segunda divisão.

Na última rodada, os comandados de Dorival Júnior finalizam a preparação para as quartas de final contra o Audax, na Vila Belmiro, enquanto o rebaixado time de Capivari fecha sua passagem pela Série A1 diante do Botafogo-SP, fora de casa.

Ataque bem, defesa mal

Muito melhor tecnicamente, o Peixe não demorou a tomar as rédeas da partida, apostando na rapidez de Paulinho pela direita e na técnica de Vitor Bueno. Lucas Lima, marcado individualmente por Maguinho, abriu espaço para os companheiros jogarem e praticamente não encostou na bola, mas fez o bastante ao dar a liberdade aos armadores. Faltavam, porém, uma contundência maior na finalização.

Mesmo com o domínio inicial, o Santos já mostrou desde o começo falhas na defesa. Deixando espaço para Rodolfo criar, o Peixe viu os donos da casa chegarem com perigo e, em falha de marcação, inaugurarem o marcador. Gustavo Henrique perdeu a marcação de Bruno Maia e viu o defensor adversário cabecear no contrapé de Vanderlei, que nada pôde fazer.

Acordado pela desvantagem, o time visitante passou a rodar mais a bola e quase que naturalmente chegou à virada. Primeiro, Paulinho recebeu pela direita, encarou a marcação do adversário e cruzou rasteiro. A bola desviou na zaga, Longuine não alcançou e Fabrício Lusa, na segunda trave, se atrapalhou todo, tocando para o próprio gol.

Depois, uma pintura com a assinatura de centroavante da Seleção Brasileira. Ricardo Oliveira movimentou-se bem e Longuine descolou bom lançamento para o camisa 9, que saiu cara a cara com o goleiro. Após dominar com um toque de cabeça, Oliveira observou a saída do goleiro Cléber Alves e aplicou um belo chapéu, empurrando para o gol vazio na sequência.

Ainda que sobrasse na frente, o Santos continuou dando brechas na defesa, principalmente com a má performance de Gustavo Henrique. O zagueiro saiu jogando mal e só não viu o Capivariano empatar porque o árbitro assinalou impedimento inexistente de Alex. O próprio Gustavo dava condições ao avante adversário. Ainda assim, em lance de diversos erros, a bola foi lançada na área do Peixe, Zeca não conseguiu cortar e, após chute cruzado de Jácio, Bruno Maia apareceu para igualar tudo antes do intervalo.

Superioridade e goleada do Peixe

Pressionado a jogar para assegurar de vez a primeira posição da sua chave, o Peixe não demorou a reconquistar a vantagem. Longuine deu mais uma boa enfiada de bola no campo de ataque, Vitor Bueno dividiu com o goleiro e a bola ficou com Ricardo Oliveira. Mostrando calma, o centroavante só tocou a bola para as redes, conseguindo acertar um pequeno espaço entre dois defensores que se posicionaram embaixo da trave.

Depois disso, já praticamente esgotado devido ao forte ritmo do primeiro tempo, o Capivariano foi presa ainda mais fácil. Sem conseguir atacar, viu o Peixe selar a goleada com um lindo gol de Vitor Bueno e outro de Gabriel. Enquanto Bueno deu um “rolinho” em Vicente e, ao invadir área, tocou por cobertura, Gabriel aproveitou passe do próprio companheiro, já nos acréscimos, para bater de direita e deixar o seu. No último lance, Kleiton Domingues aproveitou rebote para dar números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA – CAPIVARIANO 3 X 5 SANTOS

Local: Arena Capivari, em Capivari (SP)

Data: 3 de abril de 2016, domingo

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Assistentes: Fabricio Porfirio de Moura e Ricardo Pavanelli Lanutto

Cartões amarelos: Wigor e Jácio (Capivariano); Vanderlei, Elano, Thiago Maia, Gabriel, Gustavo Henrique e Vitor Bueno (Santos)

Gols:

CAPIVARIANO: Bruno Maia, aos 22 e aos 47 minutos do primeiro tempo, e Kleiton Domingues, aos 47 minutos do segundo tempo

SANTOS: Fabrício Lusa, contra, aos 26 minutos do primeiro tempo, Ricardo Oliveira, aos 30 do primeiro e aos 13 do segundo tempo, Vitor Bueno, aos 22 minutos, e Gabriel, aos 43 minutos do segundo tempo

CAPIVARIANO: Cléber Alves; Maguinho, Leandro Silva, Bruno Maia e Vicente (Chico); Fabrício Lusa (Kleiton Domingues), Wigor, Jácio e Alex Barros; Rodolfo e Alex (Jeam)

Técnico:Roberto Fernandes

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Rafael Longuine (Lucas Crispim), Thiago Maia e Lucas Lima (Elano); Paulinho (Gabriel), Vitor Bueno e Ricardo Oliveira

Técnico: Dorival Júnior

https://youtu.be/waOEQyDWeWk

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes