Donald Trump entrega medalha presidencial para Tiger Woods

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump entregou, nesta segunda-feira, a Medalha Presidencial da Liberdade, para o golfista Tiger Woods. O atleta, que foi campeão há três semanas do Aberto dos Estados Unidos, o maior torneio da modalidade, estava acompanhado de sua mãe, namorada e filhos. Trump colocou a medalha em Woods, que usava um terno azul com uma gravata vermelha.

A medalha é a maior honraria que pode ser dada a um civil nos Estados Unidos. Nomes como Michael Jordan, Kareem Abdul-Jabbar e o Papa João Paulo II, entre outros, já receberam a Medalha Presidencial da Liberdade. Foi a primeira vitória de Woods no Aberto dos EUA desde 2008, quebrando um jejum sem vitórias de 11 anos, e um retorno triunfal na carreira do atleta. O último Master conquistado havia sido em 2005.

– É um dos maiores esportistas da história. Um símbolo global para devoção e motivação para chegar a uma excelência. Você lutou para voltar ao topo do golfe, todos nós nos inspiramos em você por tudo que você se tornou – disse o presidente.

Trump e Tiger são amigos há anos. Recentemente, em fevereiro, eles jogaram juntos no Trump National Golf Club, em Jupiter, na Flórida.

Tiger superou graves lesões e problemas pessoas para vencer o Major há duas semanas, o que empolgou Trump que, no dia do título, já afirmou que homenagearia o golfista. Foram quatro cirurgias nas costas, uma no joelho e uma série de problemas conjugais e psicológicos.

Tiger Woods e família — Foto: Getty Image/Win McNamee
Tiger Woods e família (Fotos: Divulgação)

Relembre a superação de Tiger

Woods foi casado entre 2004 e 2010 com a modelo sueca Elin Nordegren, com quem teve dois filhos. O tabloide sensacionalista “National Enquirer” divulgou, no dia 25 de novembro de 2009, que Tiger mantinha uma relação extraconjugal com Rachel Uchitel, uma gerente de boate americana, anfitriã e correspondente de TV.

Dois dias depois, mais precisamente em 27 de novembro, a polícia rodoviária da Flórida informou que o golfista, na época com 33 anos, sofreu um acidente de carro em Windermere, subúrbio de Orlando. Apesar do relatório das autoridades dizerem que seu estado era grave, uma nota oficial assinada pelo seu estafe relatou que Woods sofreu ferimentos no rosto e foi liberado do hospital.

Conhecido pela sua cobertura de fofocas de celebridades, o site TMZ publicou que as lesões teriam sido provocadas pela esposa do esportista durante uma briga motivada por ciúmes. De acordo com a publicação, Woods teria tentado fugir da discussão usando seu Escalade 2009, mas acabou perseguido pela mulher, que tentava atingí-lo com um taco de golfe.

A investida, que terminou com os vidros do carro quebrados, teria feito ele perder o controle do veículo e atingir um hidrante e uma árvore poucos metros depois de ter deixado sua residência na madrugada. Pouco depois do caso com Rachel Uchitel vir à tona, outras mulheres foram apontadas como amantes do jogador, como a atriz pornô Joslynn James.

A bola de neve cresceu e chegou aos patrocinadores de Woods. Ele rompeu pelo menos dois contratos, um com uma empresa de telefonia e outro com uma corporação global de consultoria de gestão, tecnologia da informação e outsourcing, e teve suas aparições na TV canceladas por uma marca de lâmina de barbear. Acordos com uma marca de bebidas isotônicas e uma de roupas esportivas também ruíram.

Woods decidiu publicamente pedir desculpas e resolveu suspender sua carreira no golfe para se tratar em uma clínica de reabilitação para viciados em sexo localizada em Hattiesburg, no Mississippi. Ele não ficou muito tempo por lá. Ao todo, foram seis semanas de tratamento. Em abril de 2010, o desportista voltou ao circuito profissional e, sem sucesso no jogo e no amor, se divorciou de Elin Nordegren meses depois, tendo que desembolsar cerca de R$ 2 bilhões à ex-esposa no acordo determinado pela Justiça, o divórcio mais caro de uma celebridade na história.

– Eu estive no inferno. É difícil pensar que você está bem nessa vida, e então, de repente, se descobre que tudo era uma mentira! Você está lutando, porque não era real. Mas eu sobrevivi. Foi difícil, mas não me matou – disse Elin após a separação.

A última conquista de Woods em majors antes da que ocorreu neste domingo em Augusta foi no Aberto dos Estados Unidos, no dia 16 de junho de 2008, enquanto ainda estava casado com Elin e a traição ainda não tinha vindo à tona, em um playoff de 19 buracos. O golfista superava dores esporádicas no joelho esquerdo a partir de uma artroscopia realizada em abril daquele ano. Aliás, de todas suas 108 conquistas profissionais na carreira, somente oito vieram após a revelação dos casos extraconjugais.

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes