Deyverson marca e Palmeiras vence o Botafogo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Palmeiras venceu sua primeira partida em 2019. No primeiro duelo disputado no Allianz Parque neste ano, o Verdão não foi brilhante, mas bateu o Botafogo-SP por 1 a 0 com gol anotado por Deyverson, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Ainda em início de temporada, os comandados de Luiz Felipe Scolari sofreram com o cansaço, e conseguiram atuar em bom nível por apenas 35 minutos. O estreante Zé Rafael foi um dos destaques, ao lado de Dudu e Gustavo Scarpa, mais uma vez o melhor em campo. A nota negativa ficou para Carlos Eduardo, que irritou torcida e treinador em seu primeiro jogo pelo clube.

Com pouco minutos de jogo, as arquibancadas do Allianz Parque já vibravam pela primeira vez na temporada. O anúncio da derrota do rival Corinthians em duelo contra o Guarani fez a festa dos presentes, que só aumentaria ainda no primeiro tempo.

O trio formado por Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Dudu demorou um pouco para se entender em campo: a movimentação e troca de posições entre eles era tanta que, por vezes, dois atletas se concentravam no mesmo setor de campo. Felipão então fixou o camisa 7 pelo lado direito e deixou seus outros dois meio-campistas soltos. O Verdão cresceu.

O abafa alviverde teve chances de Edu Dracena e Deyverson, enquanto o Botafogo assustou apenas uma vez, com Leonan, que teve o gol impedido por Dracena. Com 17 jogados, Dudu balançou as redes pela primeira vez, mas a arbitragem marcou corretamente a falta do craque, que empurrou o zagueiro adversário.

O ímpeto palestrino não diminuiu e aos 20 minutos, Deyverson marcou seu primeiro gol no ano. Scarpa rolou de calcanhar a falta ensaiada para Bruno Henrique encher o pé. No rebote do goleiro, o centroavante mandou para as redes. Destaque para a comemoração, em que o camisa 16 correu na direção do banco de reservas, chamou Borja e celebrou ajoelhado com o colombiano, concorrente por uma vaga no ataque.

Pelo segundo jogo consecutivo, Scarpa foi o melhor alviverde em campo. O meia mostrou o ritmo de jogo que faltou a Dudu em determinados momentos e a calma que Zé Rafael não teve na construção e finalização de algumas jogadas. Nos minutos finais da etapa inicial, porém, nem Scarpa apareceu e o Palmeiras mostrou claro cansaço pelo início de temporada.

Verdão não produz, perde pênalti, Felipão e torcida se irritam, mas Palmeiras vence

No intervalo, Ricardo Goulart foi apresentado à torcida do Maior Campeão do Brasil, mas ainda sem contar com o camisa 11, que se recupera de uma artroscopia no joelho direito, Felipão fez outra alteração. Para o segundo tempo, Scolari sacou Dudu, que atuou em três tempos completos (dois na estreia no ano) e colocou em campo o reforço Carlos Eduardo.

O reforço de R$ 23 milhões se mostrou liso e chegou a levantar a torcida com os primeiros dribles, mas quem se levantou em sequência foi Felipão, que assim como os torcedores, foi à loucura com a quantidade de passes errados do, coincidência ou não, camisa 23.

Vendo o Botafogo ganhar o meio-campo, mesmo sem assustar, Felipão mexeu de novo e colocou Lucas Lima na vaga de Zé Rafael, que deixou o campo aplaudido pelos torcedores. Na metade do segundo tempo, o trio que fez sucesso nos primeiros 45 minutos terminou de ser desfeito com a entrada de Felipe Melo no lugar de Gustavo Scarpa.

Com o Pitbull, o Verdão retomou a supremacia no meio-campo, mas quase sofreu o empate aos 27 minutos, quando William Oliveira desviou de cabeça a cobrança de falta de Pará. Fernando Prass, bem colocado, salvou o Alviverde.

Mesmo sendo o primeiro jogo em casa no ano, a torcida já deu mostras de irritação com o time. Deyverson perdeu chance clara e causou a ira dos palmeirenses – incluindo Felipão. O comandante, muito irritado, mandou Carlos Eduardo trocar para o lado esquerdo, onde, mesmo sem aparecer muito, sofreu pênalti, desperdiçado por Bruno Henrique.

Longe de ser brilhante, o Palmeiras venceu a primeira no ano, no primeiro jogo como mandante. Valeu pela vitória para dar confiança e pelo que a equipe produziu nos primeiros 35 minutos de jogo, quando esteve melhor fisicamente e com Dudu, Scarpa e Zé Rafael se destacando.

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS 1 X 0 BOTAFOGO-SP

Local: Estádio Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Data: 23 de janeiro de 2019, quarta-feira

Horário: 21 horas (Brasília)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo

Público: 23.752 torcedores

Renda: R$ 1.272.384,60

Cartões amarelos: Marcos Rocha (PALMEIRAS); William Oliveira (BOTAFOGO-SP)

GOL – PALMEIRAS: Deyverson, aos 20 minutos do primeiro tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Thiago Santos, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Felipe Melo); Dudu (Carlos Eduardo), Zé Rafael (Lucas Lima) e Deyverson

Técnico: Luiz Felipe Scolari

BOTAFOGO-SP: Rodrigo Viana; Lucas Mendes, Ednei, Plínio e Pará; Leonan, Willian Oliveira, Diones e Renan Oliveira (Marlon Freitas); Pimentinha (Jean Silva) e Bruno Moraes (Rafael Costa)

Técnico: Léo Condé

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes