Derrota para o Fluminense poderá tirar Ricardo Gomes do São Paulo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Muito criticado pela torcida, Ricardo Gomes só tem permanência garantida no São Paulo até a partida da próxima segunda-feira, contra o Fluminense, em Edson Passos, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Uma nova derrota pode provocar sua saída. Ele é apontado por internautas como segundo lugar em enquete sobre o culpado pela má fase.

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, que tinha a ideia de segurar o treinador até o final do ano independentemente do que acontecesse, começa a mudar de ideia, já que dentro de campo a equipe não reage e fica cada vez mais perto da zona de rebaixamento.

Ricardo Gomes completou no clássico contra o Santos a sua 12ª partida desde que foi contratado para substituir Edgardo Bauza. O desempenho é de três vitórias, quatro empates e cinco derrotas, aproveitamento de 36% dos pontos. Nas últimas cinco partidas disputadas pelo Campeonato Brasileiro, a equipe empatou duas vezes, perdeu três e marcou apenas um gol no empate por 1 a 1 com o Sport, na Ilha do Retiro.

Na coletiva após o duelo contra o Santos, o próprio treinador admitiu estar se sentindo pressionado pela sequência de resultados ruins.

Reta final do São Paulo: oito jogos (Foto: GloboEsporte.com)
Os oito jogos finais do São Paulo

– Faz parte. Olha os resultados, são cinco resultados negativos. Tem algum treinador que não fica ameaçado com cinco resultados negativos? Conhece? Eu também não conheço. Isso é normal. Não acho nada… Acompanho a sua colocação: não tem nenhum treinador com três derrotas e dois empates que esteja tranquilo. Não será no Brasil – afirmou o treinador.

Oficialmente, a diretoria segue com o discurso de dar todo o respaldo ao técnico. Só que Leco tem sido muito pressionado por conselheiros para fazer a modificação antes que o pior aconteça e a equipe entre na zona de rebaixamento. Por isso, o jogo contra o Flu pode ser considerado como uma espécie de última chance para Gomes fazer o time decolar na temporada.

Ricardo Gomes, quando foi apresentado, chegou pedindo prazo de um mês para trabalhar e dizer se o time brigaria pelo título do Campeonato Brasileiro ou por vaga na Taça Libertadores da América. Hoje, a realidade é bem diferente e a equipe, após seguidos insucessos, se mostra sem poder de reação para subir na tabela de classificação.

Nesta sexta-feira, o treinador trabalhou normalmente no CT da Barra Funda. Foi a campo e comandou o tático dos reservas, já que os titulares ficaram no Reffis. De olho no jogo contra o Flu, ele comandará treinos na manhã deste sábado e na manhã do domingo. Vale lembrar que, independentemente do resultado, o São Paulo não entra na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro nesta rodada. 

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes