Corinthians vence o Red Bull Bragantino e avança à semifinal do Paulistão

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

“Deixou chegar”. A frase pode ser batida, mas para o Corinthians ela parece valer sempre. Foi assim, com o peso da camisa e com uma boa atuação após um longo tempo que o Alvinegro bateu o Red Bull Bragantino por 2 a 0, no Morumbi, nesta quinta-feira. Com gols de Éderson e do iluminado Jô, a equipe de Tiago Nunes garantiu vaga na semifinal e vai pegar o Mirassol, na Arena.

Com menos de 30 segundos de jogo, Éderson roubou uma bola de Vitinho no meio-campo e avançou sem marcação até perto da área, onde aproveitou a liberdade para arriscar chute rasteiro e forte, a bola passou por baixo de Júlio César, que acabou falhando na jogada e vendo o Timão abrir o placar. Era o cenário que o time de Tiago Nunes queria para administrar o jogo.

O RB, por sua vez, tentava tocar a bola e achar espaço na defesa adversária, mas mostrou pouca criatividade coletiva, a não ser quando a posse era de Artur, que acetou uma bomba no travessão de Cássio, e viu uma finalização passar perto da trave após jogada individual na área corintiana.

No fim do primeiro tempo, as duas equipes tiveram boas chances para mexer no placar. A primeira com o Corinthians, após cobrança de escanteio, quando Luan tentou pegar o rebote e a bola passou por cima do gol. Em seguida, foi a vez do Red Bull Bragantino, com Aderlan, que achou espaço pelo lado direito e cruzo para a área, mas Morato não alcançou a bola no segundo pau.

Logo no início do segundo tempo, o RB aparentava que iria tomar conta das ações ofensivas quando Morato arriscou chute de fora da área e a bola passou perto do gol, mas que melhorou no ataque foi Timão, que passou a criar algumas boas chances de ampliar o marcador, uma delas com Jô, que na primeira tentativa, de voleio, não conseguiu superar Júlio César.

No entanto, com a estrela que tem, o camisa 77 não iria passar em branco em sua reestreia pelo Alvinegro. Em cobrança de escanteio de Luan, Jô subiu mais do que toda a zaga do Red Bull Bragantino e desviou para o gol, dessa vez sem chances para o arqueiro adversário. Timão, que já jogava melhor, conseguiu aumentar a vantagem no placar, ficando ainda mais confortável no jogo.

A passividade do RB durante quase todo o segundo tempo era reflexo do que fez seu treinador, Felipe Conceição, que demorou demais a mexer no time, sendo que as alterações mais esperadas e significativas aconteceram apenas após o segundo gol corintiano. O meia Vitinho, por exemplo, que já não havia feito um bom primeiro tempo, ficou mais 25 minutos em campo.

Enquanto o Corinthians já mexia no time e renovava suas peças para continuar controlando o resultado como fez desde o primeiro minuto da partida, o RB insistia em jogadas aéreas sem efetividade. Com essa produção extremamente pobre, abria espaço até para o Timão tentar mais alguma coisa no ataque. Araos arriscou chute de fora da área, mas Júlio César espalmou para escanteio.

Sem mais sustos, o Corinthians levou o jogo como quis até o apito final e garantiu vaga nas semifinais do Paulistão-2020, algo que parecia impossível uma semana atrás. Agora, o time de Tiago Nunes vai enfrentar, na Arena Corinthians, o Mirassol, que eliminou o São Paulo na última quarta-feira, A próxima fase do estadual será disputada já neste final de semana.

RED BULL BRAGANTINO 0 X 2 CORINTHIANS

Local: Morumbi, São Paulo (SP)
Data-Hora: 30/7/2020 – 19h
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Neuza Ines Back e Daniel Paulo Ziolli
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Ytalo e Artur (RBB) Carlos Augusto, Fagner e Mateus Vital (COR)
Gols: Éderson (27″/1ºT) (0-1), Jô (19’/2ºT) (0-2)

RED BULL BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan (Weverton, aos 25’/2ºT), Fabrício Bruno, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller (Weverson, aos 36’/2ºT), Matheus Jesus e Vitinho (Claudinho, aos 25’/2ºT); Artur, Morato (Matheus Peixoto, aos 36’/2ºT) e Ytalo (Alerrandro, aos 16’/2ºT). Técnico: Felipe Conceição.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Danilo Avelar e Carlos Augusto; Gabriel e Éderson; Ramiro (Michel, aos 42’/2ºT), Luan (Araos, aos 31’/2ºT) e Mateus Vital (Sidcley, aos 24’/2ºT); Jô. Técnico: Tiago Nunes.

Fonte: Yahoo!Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes