Corinthians goleia Atlético-PR e segue folgado na liderança do Brasileirão; veja os gols

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Com autoridade de líder absoluto do Campeonato Brasileiro e patente de campeão, o Corinthians passou por cima do Atlético-PR com expressiva vitória por 4 a 1, neste domingo, em Curitiba. Abriu 3 a 0 ainda na primeira parte do jogo e em nenhum momento se sentiu ameaçado.

O time de Tite começou a partida num ritmo alucinante, a 200 km/h diante de um adversário sem saber o que fazer. Não por acaso, a equipe paulista resolveu o jogo no primeiro tempo. Em nenhum momento deu ao Atlético-PR pelo menos uma alternativa para se impor como mandante. A ordem era liquidar a fatura até os 15 minutos.

Por isso, o Corinthians fez tudo que está no manual de um campeão. Exerceu o seu direito de impor uma pressão alta nos donos da casa. Obrigou o adversário ao erro zero e, como um lutador de boxe, martelou com jabs para minar o oponente até o nocaute.

Não demorou muito para o Atlético-PR sentir os golpes. Aos 16 minutos capitulou. De um escanteio, que nasceu de um contra-ataque com Malcom, Jadson bateu e Renato Augusto fez de cabeça o primeiro gol corintiano.

O gol levou o time paranaense a cometer o suicídio. Se lançou ao campo dos paulistas com muita correria e nenhuma inteligência. Deixou apenas os zagueiros Vilches e Kadu para tomar conta de Malcom, Love Vagner e Jadson e ainda Renato Augusto chegando de surpresa.

E o que fez o Corinthians? Marcou forte, sem perder nem sequer uma dividida, e de posse da bola lançar seus atacantes. Aos 28, a obra se consumou. Renato Augusto roubou uma bola no meio e de imediato esticou para Love, livre e solto, entrar entre os zagueiros e bater cruzado: 2 a 0. Love quebrava assim um jejum de cinco jogos sem marcar.

Atordoado desde o início do jogo e quase grogue com os dois gols sofridos, o Atlético avançou ainda mais a sua tropa. Pagou caro com o terceiro gol no lombo. Mais uma vez uma bola roubada no meio campo. Dessa vez com Elias que a levou até Renato Augusto marcar o terceiro gol e liquidar o jogo ainda no primeiro tempo.

A segunda parte seria apenas para conferir o placar final. Difícil imaginar uma reação do Atlético-PR com a derrota parcial por 3 a 0. O Corinthians seguiu com a mesma toada. Em nenhum momento deixou de ser intenso, tanto na marcação como na saída para o ataque.

De uma atuação quase perfeita, o líder do campeonato cometeu apenas uma falha ao permitir o avanço do lateral Eduardo até a linha de fundo. Dali ele cruzou para Bruno Mota marcar o gol solitário do Atlético.

Antes mesmo de o time da casa se empolgar com uma reação, Love fez, de cabeça, o quarto, para definir o resultado final do jogo, aos 16 minutos. Dali para frente, Tite foi trocando as peças principais da engrenagem já de olho no confronto contra o Flamengo no próximo domingo.

A nova vitória levou o Corinthians aos 67 pontos, na liderança do Brasileirão, enquanto o Atlético-PR estacionou nos 39, em 13º. Faltam poucos passos para chegar ao topo da montanha.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-PR 1 x 4 CORINTHIANS

ATLÉTICO-PR – Weverton, Eduardo, Vilches, Kadu e Roberto; Deivid, Hernani (Bruno Pereirnha), Bruno Mota (Douglas Coutinho) e Marcos Guilherme; Ewandro (Daniel Hernández) e Walter. Técnico: Cristóvão Borges.

CORINTHIANS – Cássio, Edílson, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf, Elias (Cristian), Jadson e Renato Augusto (Rodriguinho); Malcom e Vagner Love (Lincon). Técnico: Tite.

GOLS – Vagner Love, aos 16, Renato Augusto, aos 28 e 45 minutos do primeiro tempo. Bruno Mota, aos 10, e Vagner Love, aos 16 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Elmo Alves Resende Cunha (GO)

CARTÃO AMARELO – Felipe (Corinthians).

RENDA – R$ 920.000.

PÚBLICO – 23.580 pagantes.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Fonte: Estadão

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes