Corinthians enfrenta o classificado Santos na Arena

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Duas camisas pesadas. Dois treinadores de filosofias distintas, ideias de jogo diferentes e dois times em bom momento, seja pela reunião dos bons resultados com as boas atuações ou apenas pelos triunfos conquistados dentro de campo. É nesse cenário que se enfrentam, neste domingo, na Arena de Itaquera, às 16h (de Brasília), Corinthians e Santos, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista.

Do lado mandante, a expectativa é uma boa atuação, mas acima de tudo de mais um bom resultado em clássicos na temporada. Na atual edição do Campeonato Paulista, o Corinthians já venceu o Palmeiras, no Allianz Parque, e o São Paulo na Arena de Itaquera. Agora, resta o Peixe, com quem o Alvinegro do Parque São Jorge já possui um duelo: empate por 1 a 1 em amistoso de pré-temporada.

Findada a maratona de 13 jogos em sequência, Carille teve, enfim, uma semana cheia de treinamentos para aprimorar alguns pontos negativos do time corintiano, como a bola aérea defensiva, algo treinador incessantemente pelo treinador na última sexta-feira, e também melhorar o rendimento. E além do trabalho em campo, o comandante acredita que o clássico, por si só, pode ser benéfico para um bom duelo.

“Acho que os clássicos são os jogos em que você trabalha menos. Não quero dizer que não trabalha, mas trabalha menos porque ele motiva muito por si só. Mesmo antes do jogo do Santos contra o América-RN, pela Copa do Brasil, todos já falavam do clássico. É gostoso, esses jogos envolvem todos, a imprensa, o torcedor, os jogadores”, disse o treinador, que elogiou o rival à beira do campo.

“Sempre defendi e protegi o profissional, não a nacionalidade. O Sampaoli fez um grande trabalho na Universidad de Chile, que o credenciou para ser treinador a seleção do Chile. Lá fez um grande trabalho e foi para uma Copa do Mundo com a Argentina. Agora, faz um trabalho que é para ser exaltado”, completou.

Para o clássico na Arena, Carille não revelou o time que irá a campo. As dúvidas, inclusive, parte do esquema tático que será utilizado. Quanto ao time, uma das principais dúvidas é no setor ofensivo. Apesar de ter treinado entre os titulares no início da semana, Vagner Love perdeu espaço nos últimos treinamentos e pode ser substituído por Clayson. Ramiro também corre por fora.

Ausência certa é a de Gustavo, o Gustagol. Ainda em recuperação de dores no joelho por conta de uma dividida na partida contra o São Bento, o centroavante não foi a campo durante a semana e foi confirmado como desfalque por Carille. Por sua vez, Jadson retorna a lista de relacionados e vira opção para o segundo tempo.

O técnico Jorge Sampaoli, mesmo com a classificação antecipada às quartas de final do Campeonato Paulista, não poupará titulares no clássico.

Felipe Jonatan, Cueva (no banco) e Vanderlei voltam ao time. O lateral-esquerdo não atuou na Copa do Brasil por já ter disputado a competição pelo Ceará. O peruano teve problemas no voo, não chegou a tempo dos treinamentos de terça-feira e ficou fora da goleada sobre o América-RN. O goleiro “deixou” a vaga com Everson por causa do rodízio.

Rodrygo e Cueva ficarão no banco de reservas e a equipe terá três zagueiros, com Alison entre Gustavo Henrique e Felipe Aguilar.

“Conheço bastante do Corinthians, analisamos nosso jogo contra eles, o jogo contra o Racing… Temos pouco tempo, mas sabemos que será intenso, com dois esquemas distintos. Corinthians faz o que faz muito bem e temos que estar bem para superar um rival muito forte”, disse Sampaoli, em entrevista coletiva.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X SANTOS

Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data: Domingo, 10 de março de 2019
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Assistentes: Marco Antonio de Andrade Motta Júnior e Evandro de Melo Lima

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Sornoza; Pedrinho, Clayson (Vagner Love) e Boselli.
Técnico: Fábio Carille

SANTOS: Vanderlei; Aguilar, Alison e Gustavo Henrique; Victor Ferraz, Jean Lucas, Diego Pituca e Felipe Jonatan; Carlos Sánchez, Derlis González e Jean Mota
Técnico: Jorge Sampaoli

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes