Corinthians define perfil de reforços para 2020 e prioriza contratação de meia

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Corinthians intensificou nas últimas semanas seu planejamento para 2020. Diretoria e o técnico Fábio Carille falaram sobre a montagem do elenco, contratações de jogadores e possíveis saídas.

Embora faltem mais de dois meses até a abertura da janela de transferências, há dois consensos no Corinthians:

  • A contratação de um meia é prioridade;
  • Não é necessário buscar jogadores para “compor elenco”.

A direção alvinegra avalia que o grupo atual é bom, mas precisa de jogadores mais decisivos, que “cheguem e vistam a camisa”. O zagueiro Gil, contratado no meio deste ano, é usado como exemplo.

Na visão de quem comanda o clube, o reforço só é válido se tiver essa característica ou se for jovem, com potencial de crescimento futuro. É nesse perfil que se enquadra Davó, atacante de 20 anos que está se destacando pelo Guarani.

O Timão tem negociações avançadas com o Bugre, que tenta segurar o jogador até o fim do Paulistão do ano que vem.

A contratação de um meia é prioritária embora o elenco já conte com diversas opções para o setor, como Sornoza, Pedrinho, Mateus Vital e Jadson. Na avaliação de Carille, a equipe carece de um jogador com características específicas, de armação e infiltração na área adversária, um camisa 10 goleador.

Há pouco mais de uma semana, depois da vitória sobre o Vasco, o treinador explicou o tipo de jogador que procura:

– A maneira de jogar hoje é diferente de 2017. Antes era um 4-2-3-1 bem definido, com Rodriguinho perto do Jô. Hoje a gente não tem. Isso é conversado com a diretoria e pensando no futuro do Corinthians, não no meu futuro ou de nada, é o que a gente acha melhor para o Corinthians – disse Carille, que completou:

– Precisamos achar esse cara que jogue ali perto do 9. Hoje a gente não tem. O Mateus Vital gosta de jogar de lado, o Jadson é um cara que gosta de vir trabalhar a bola atrás. É um pouco diferente.

O foco está em reforçar o meio e o ataque. Na defesa, o principal objetivo é garantir a permanência do zagueiro Manoel, cujo empréstimo acaba em dezembro.

O Timão está confiante na aquisição do jogador, que pertence ao Cruzeiro, mas também tem direitos econômicos ligados ao Athletico-PR.

Não há valor fixado em contrato para compra de Manoel, mas o Corinthians acredita que, enfrentando dificuldades financeiras, o Cruzeiro não vai endurecer na liberação de um atleta com alto salário. A vontade do zagueiro de seguir no clube também pode pesar na negociação.

Ao mesmo tempo em que pensa em qualificar o elenco, o Corinthians também trabalha com a chance de perder jogadores. Enfrentando dificuldades financeiras, o Timão precisa da receita com transferências para diminuir seu déficit, que já é superior a R$ 100 milhões.

Os jovens Pedrinho e Mateus Vital são os mais cobiçados no mercado internacional, mas a diretoria alvinegra garante não ter nenhuma proposta oficial no momento.


Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes