Corinthians define a vaga na Libertadores contra o Guaraní-PAR

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Corinthians está em desvantagem. Precisa fazer pelo menos dois gols de diferença para não ser eliminado na Copa Libertadores da América pelo Guaraní depois da derrota por 1 a 0 no Paraguai. O triunfo paulista pelo placar mínimo leva a definição aos pênaltis. E um gol dos visitantes implica na necessidade dos corintianos marcarem três vezes.

Cair para o Guaraní significaria também a segunda eliminação para o modesto time paraguaio, que em 2015 também despachou o Timão da Libertadores, à época, nas oitavas de final. Aliás, em três confrontos diretos até aqui, o Corinthians perdeu os três.

A partida agendada para às 21h30 (horário de Brasília) desta quarta-feira tem outros retrospectos nada animadores aos corintianos. De novo, o clube corre sério risco de sair da principal competição continental em sua fase preliminar, como aconteceu em 2011 diante do Tolima-COL.

Decidir na Arena também não parece uma vantagem significante. Nas três oportunidades que teve em Libertadores, o alvinegro não conseguiu o objetivo em nenhuma delas.

Não bastasse todo esse retrospecto desanimador, o time de Tiago Nunes ainda não engrenou em 2020. Pelo contrário. Em seis partidas oficiais, foram três derrotas, um empate e apenas duas vitórias. No último domingo, em casa, revés para a Inter de Limeira.

A preparação para a decisão não foi das melhores. A chuva que castigou São Paulo impediu o treino de segunda-feira e também evitou que a atividade de véspera acontecesse no palco do encontro.

Do outro lado, o Guaraní chega invicto na temporada, com seis vitórias, um empate, 14 gols marcados e apenas três sofridos.

Esse é o cenário. Em cima do famoso jargão “contra tudo e contra todos”, o Corinthians vai para o jogo do semestre. Para muitos, o jogo do ano! A raça, a superação, a histórica crença infinita na vitória, o peso da camisa e o apoio incondicional da Fiel na Arena são os trunfos do Corinthians para se agarrar na esperança da classificação.

Claro que não adianta só isso. O time precisa estar pronto e melhor. O retorno de Pedrinho da Seleção olímpica traz uma dose de otimismo relevante. Janderson deve ser sacado como o novo camisa 10 estrear pelo clube em 2020. Na lateral esquerda, Lucas Piton, também jovem cria da base alvinegra, é outra peça que deve aparecer entre os titulares, pois Sidcley não tem correspondido bem na lateral esquerda.

Cerca de 38 mil ingressos foram comercializados antecipadamente. Os bons momentos na Arena nesse ano, contra Botafogo-SP e, principalmente, o clássico com o Santos, são tidos como exemplos de que o Corinthians, apesar de todos os problemas, pode viver uma noite de final feliz nesta quarta-feira.

CORINTHIANS X GUARANÍ-PAR

Data: 12 de fevereiro de 2020, quarta-feira
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Juan Belatti e Julio Fernandez (ARG)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Piton (Sidcley); Camacho, Cantillo e Luan; Pedrinho (Janderson), Everaldo e Boselli
Técnico: Tiago Nunes

GUARANÍ-PAR: Servio; Ivan, Javier Báez, Romaña e Guillermo Benítez; Redes, Florentín, Morel e Ángel Benítez; Edgar Benítez e Fernando Fernandez
Técnico: Francisco Burgo

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes