Corinthians bate o Ituano em Itaquera; veja o gol

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Corinthians encurralou o Ituano durante a maior parte do jogo disputado na noite deste sábado, em Itaquera. O máximo que conseguiu até os 42 minutos do segundo tempo foi acertar a trave – quatro vezes. Até o zagueiro Felipe coroar o dia em que foi convocado para a Seleção Brasileira com um gol de cabeça, garantindo a vitória por 1 a 0.

Já classificado para a próxima fase do Campeonato Paulista, o Corinthians chegou aos 29 pontos no grupo D, bem à frente de Red Bull Brasil (19), Água Santa (12), Mogi Mirim (11) e Rio Claro (9). Na quarta-feira, voltará a Itaquera para enfrentar a Ponte Preta, à espera dos confrontos com o rival Palmeiras e com o colombiano Independiente Santa Fe, este pela Copa Libertadores da América.

Por sua vez, o Ituano lidera a chave B, totalizando 18 pontos. O grupo é o mesmo do Palmeiras, que tem 15, com um jogo a menos, e está atrás também do São Bernardo (16). Na quarta-feira, a formação de Itu buscará a reabilitação contra o Água Santa, outra vez fora de casa.

O jogo – Com a sua formação titular pelo segundo jogo consecutivo no Campeonato Paulista, o Corinthians esboçou pressionar o Ituano nos primeiros minutos de partida. Obteve alguns escanteios em série, uma e outra triangulações que fizeram Tite aplaudir à beira do campo e logo cedeu à marcação adversária.

Sem precisar suar tanto para conter o ataque do Corinthians, que abusava dos erros de passe e da falta de criatividade na intermediária ofensiva, o Ituano se soltou aos poucos. Criou a primeira chance de gol aos 31 minutos, quando Claudinho bateu colocado em sobra de bola, de primeira, e exigiu uma boa defesa de Cássio.

Para fazer o Corinthians render, Tite inverteu os posicionamentos de Giovanni Augusto e Lucca. Pela direita, o meia chamou mais a atenção. Como aos 37 minutos, ao carregar pelo meio, clarear e buscar o canto em uma finalização de fora da área. A bola acertou a trave.

Até então atrapalhado – com direito a um chute torto, para a lateral –, Lucca também protagonizou uma boa jogada. Aos 44, o atacante avançou pela direita e fez o cruzamento rasteiro. André se esticou para completar para o gol de carrinho, mas não alcançou e angariou mais alguns insultos nas arquibancadas de Itaquera.

Logo no início do segundo tempo, contudo, André conseguiu levantar a torcida corintiana. O centroavante cabeceou com estilo após um cruzamento vindo da direita, e a bola saiu por pouco. Um minuto depois, ele mesmo fez o passe rasteiro para o meio da área, e Pacheco errou na tentativa de afastar. Foi salvo pelo travessão.

O Corinthians permaneceu no campo de ataque, sem ser incomodado – à exceção de uma nova conclusão perigosa de longa distância de Claudinho. Aos 18 minutos, o time de Tite acertou a trave novamente. Maycon se viu livre em uma sobra de bola dentro da área e emendou cruzado, direto para o poste.

Tite resolveu participar da partida. Colocou Alan Mineiro na vaga de Guilherme no mesmo instante em que o Ituano trocou Fernando Viana por Ruan. E o novo armador da equipe da casa rapidamente se tornou mais um a fazer a bola bater na trave, com uma finalização colocada.

As últimas fichas de Tite foram Romero e Danilo, substitutos de André e Lucca. Eles também não alcançaram a rede. Quem o fez foi Felipe. Aos 42, o zagueiro da Seleção Brasileira aproveitou uma cobrança de escanteio de Fagner e cabeceou a bola para dentro para sacramentar o resultado positivo do Corinthians.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS 1 X 0 ITUANO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 26 de março de 2016, sábado

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Norberto Luciano Santos da Silveira (SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Rafael Tadeu Alves de Souza (ambos de SP)

Público: 28.491 pagantes (total de 28.753)

Renda: R$ 1.442.312,00

Cartões amarelos: Alan Mineiro (Corinthians); Peri e Guly (Ituano)

Gol: CORINTHIANS: Felipe, aos 42 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Maycon, Giovanni Augusto, Guilherme (Alan Mineiro) e Lucca (Danilo); André (Romero)

Técnico: Tite

ITUANO: Fábio; Pacheco, Naylhor, Léo e Peri; Guly, Simião, Claudinho e Guilherme (Igor); Marcelinho (Edinho) e Fernando Viana (Ruan)

Técnico: Tarcísio Pugliese

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes