Corinthians aposta na Fiel para chegar ao tetra da Copa do Brasil

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Corinthians vive mais uma temporada de metamorfose. A equipe já trocou de treinador duas vezes, perdeu jogadores importante e não teve condições de repor com a mesma qualidade. Mesmo assim, esbarrando em dificuldades técnicas e de planejamento, o clube tem a chance de salvar o ano, antes desacreditado, com o título da Copa do Brasil depois de ter vencido o Paulistão em cima do arquirrival Palmeiras. Nessa quarta-feira, a partir das 21h45 (horário de Brasília), o Timão novamente entrará em campo com a missão de surpreender e derrubar um favorito. O adversário da vez é o Cruzeiro de Mano Menezes.

Jair Ventura, apesar do pouco tempo de casa, já sente a pressão do que é trabalhar no Corinthians. O jovem treinador vai para sua primeira final na carreira com o moral de quem desbancou o afortunado Flamengo na semifinal. A péssima campanha no Campeonato Brasileiro preocupa e gera desconfiança sobre o trabalho do ex-treinador do Santos. O título da Copa do Brasil pode evitar o ‘inferno’ e dar a Jair o respaldo para a sequência dos objetivos.

Todo esse cenário fez com que o comandante alvinegro voltasse a apostar no mistério. Douglas volta depois de cumprir suspensão, provavelmente na vaga de Gabriel. As duas maiores dúvidas estão em cima da escalação ou não de Pedrinho e da possibilidade de Jonathas entrar no time, o que mudaria o sistema com uma referência dentro da área. Dessa forma, Mateus Vital poderia a titularidade.

A grande arma corintiana, no entanto, talvez esteja fora das quatro linhas. A Fiel Torcida repetiu a nova tradição de lotar o treino aberto na véspera da final para passar todo apoio possível aos jogadores. O clima em Itaquera certamente estará efervescente, com arquibancadas lotadas e torcedores dispostos a ignorar qualquer ausência de técnica e habilidade pela luta e glória após o apito final.

A tarefa está longe de ser simples. A derrota por 1 a 0 no Mineirão não definiu muita coisa, mas deu ao Cruzeiro a vantagem do empate. Para erguer a taça sem a necessidade de pênaltis, o Corinthians precisa de uma vitória por, no mínimo, dois gols de diferença. Um triunfo magro levará tudo para marca da cal.

Do outro lado, o técnico Mano Menezes não deve mudar sua equipe para o segundo jogo da final da Copa do Brasil. As expectativas ficam para os retornos de Arrascaeta e sobre quem será o substituto de Egídio.

Arrascaeta estava com a seleção do Uruguai, em amistosos do outro lado do mundo. No entanto, a Raposa preparou um esquema para que o jogador chegue a tempo da decisão. O treinador já informou que o uruguaio não será titular, sobretudo, considerando o desgaste do atleta no retorno ao Brasil. Na vaga, Rafinha – que não deixou cair de rendimento o setor – seguirá.

Há ainda a preocupação com a vaga de Egídio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com os treinos fechados, ficou mais difícil saber quem será a opção. A reportagem apurou que Edilson pode ser deslocado para a esquerda e Lucas Romero improvisado na direita. A certeza, no entanto, só será possível ter momentos antes da partida.

O restante do time deve seguir o mesmo. Inclusive, no meio campo, com a alteração que chamou a atenção no Mineirão. A saída de Lucas Silva e a entrada de Ariel Cabral deve permanecer. O jovem, inclusive, atuou no time reserva no fim de semana, na derrota sofrida para o Vasco.

FICHA TÉCNICA – CORINTHIANS X CRUZEIRO

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)

Data:  17 de outubro de 2018, quarta-feira

Horário: 21h45 (Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Bruno Boschilia (ambos do RJ)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Mateus Vital (Jonathas) e Jadson; Romero e Clayson (Pedrinho)

Técnico: Marcelo Cabo

CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero, Léo, Dedé, Edílson, Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves, Rafinha e Barcos

Técnico: Mano Menezes

 

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes