Corinthians ainda deve R$ 350 mil pela compra do botucatuense Clayson

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Na busca por recursos durante a pandemia do coronavírus, a Ponte Preta ainda cobra R$ 350 mil do Corinthians pela negociação do atacante botucatuense Clayson, em maio de 2017 – o valor consta no balanço oficial.

O atacante, atualmente no Bahia, defendeu a Macaca por três temporadas e faturou o vice-campeonato paulista, disputando 84 jogos e seis gols marcados

O Timão desembolsou R$ 3,5 milhões para levar o atleta em definitivo. Como parte do pagamento, liberou à Macaca 30% do passe de Claudinho e 50% de Léo Artur, abatendo a multa rescisória de aproximadamente R$ 10 milhões – clube da capital ficou com 40% dos direitos econômicos na época.

No Corinthians, Clayson foi Bicampeão paulista e Campeão Brasileiro.

INVESTIMENTO
Vale pontuar que, quando a Ponte Preta oficializou a contratação junto ao Ituano em 2015, investiu pouco mais de R$ 1 milhão.

Mesmo com títulos estaduais e nacional, Clayson foi adquirido pelo Bahia por R$ 4 milhões no começo da temporada e assinou contrato até dezembro de 2022.


Futebol Interior

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes