Chierighini faz 3º tempo do mundo e Brasil define time do revezamento

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O revezamento 4x100m livre do Brasil está formado. Marcelo Chierighini (foto), Breno Correia, Pedro Spajari e Gabriel Santos representarão a seleção brasileira no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Gwangju, na Coréia. De quebra, Chierighini passou a barreira dos 48s e fez o terceiro tempo do mundo na prova, realizada na noite desta quinta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

A prova mais esperada do dia no Troféu Brasil Maria Lenk cumpriu as expectativas. Integrante constante do revezamento multimedalhista brasileiro, Marcelo Chierighini nadou pela primeira vez abaixo dos 48s. Desta vez, se tornou campeão brasileiro com 47s68 e, acompanhado de Breno Correia (48s11), Pedro Spajari (48s13) e Gabriel Santos (48s53), todos do Pinheiros, definiu o quarteto que representará o Brasil no Mundial.

Com a marca obtido nesta quarta, Chierighini teria sido medalhista de prata nos Jogos Olímpicos do Rio e no último Campeonato Mundial, em Budapeste, em 2017.

“Eu quero dar um abraço no meu técnico Albertinho. Devo muito a ele e aos profissionais do Pinheiros. Queria muito esse 47s. A geração mais nova já tinha feito esse tempo e eu busco isso desde 2013. Não tenho nem como descrever. Estou muito feliz mesmo”, disse Chierighini.

“A gente está mostrando, a cada competição, nosso valor. Posso falar para vocês que, em 2020, nós vamos chegar com tudo”, projetou Spajari.

O quarteto do Pinheiros dominou o revezamento 4x100m livre (Fotos: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Na versão feminina da prova, Etiene Medeiros dominou de novo. Depois de vencer os 100m costas, a atleta do Sesi-SP, nadou para 54s48 e foi a melhor brasileira na prova vencida pela americana Mallory Cameford. Larissa Oliveira ficou com o terceiro tempo (54s49).

“Estou nadando muito solta. Esse tempo está muito próximo do meu melhor. Fui bem agressiva agora à tarde e isso foi bom. Até agradeci à Mallory por ter vindo ao Brasil. Isso é muito bom para a natação feminina”, contou Etiene.

Os 400m medley teve Brandonn Almeida como grande destaque. Medalhista no Campeonato Mundial de piscina curta em 2018, o nadador do Corinthians venceu a disputa com autoridade ao fazer o tempo de 4m13s69. Leonardo Santos ficou com a prata (4m17s98), enquanto Icaro Ludgero (4m20s56) levou o bronze.

Os 400m medley feminino foi dominado por atletas estrangeiras: a italiana Illaria Cusinato, do Minas Tênis Clube, ficou no lugar mais alto do pódio, seguido pela tcheca Barbora Závodová, do Flamengo, e a argentina Florência Perotti, do Pinheiros. A argentina Delfina Pignatiello (16m15s20) faturou os 1500m feminino. Viviane Jungblut foi a melhor brasileira na prova (16m30s00).

O Troféu Brasil Maria Lenk continua nesta sexta-feira, com eliminatórias a partir das 9h30 e finais às 18h (de Brasília).

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes