Brasil vence a Polônia em amistoso do futebol feminino

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Nesta terça-feira, em partida de caráter amistoso, a Seleção Brasileira de futebol feminino enfrentou a Polônia em Kielce e venceu pelo placar de 3 a 1. Os gols brasileiros foram marcados por Formiga, Tamires e Debinha, ao passo que Malgorzata Mesjasz marcou para as donas da casa.

Com isso, as brasileiras encerram o período de amistosos com duas vitórias em dois jogos, uma vez que no último sábado, haviam vencido a Inglaterra por 2 a 1, com dois gols de Debinha.

A primeira oportunidade do jogo foi das polonesas. Aos sete minutos, após contra-ataque, Grabowska cruzou rasteiro da esquerda e Ewa Pajor chutou de primeira para defesa tranquila de Bárbara. A resposta do Brasil veio um minuto depois, e em grande estilo. Após cobrança de escanteio de Andressa Alves, Formiga subiu mais que todo mundo para completar de cabeça e abrir o placar.

Mesmo jogando fora de casa, a Seleção Brasileira dominava o meio-campo, mas tinha dificuldades na criação, o que fazia com que a dupla de ataque formada por Victória e Ludmila pouco aparecesse. A Polônia, por sua vez, apostava nos contra-ataques, mas parava na eficiente linha de impedimento do Brasil.

No intervalo, a treinadora Pia Sundaghe promoveu a entrada de Debinha na vaga de Thaísa, e alteração logo surtiu efeito. No primeiro minuto da etapa complementar, após lambança da defesa polonesa, Ludmila dividiu no alto e a bola sobrou para Debinha, que perdeu uma grande oportunidade. Aos dois, contudo, a mesma Debinha se redimiu. Após receber pela direita, ela fez ótima jogada individual e cruzou rasteiro para Tamires, livre, completar de pé direito para o fundo das redes.

A comemoração do Brasil, contudo, não durou muito. Aos 12 minutos, após cobrança de falta pela direita, a bola foi alçada na área e Malgorzata Mesjasz subiu sozinha para marcar de cabeça e diminuir para as donas da casa. Apesar do gol, a seleção polonesa não conseguiu esboçar nenhuma reação, e sem a posse de bola, ficava recuada em busca de um contra-ataque que não vinha.

Com um volume de jogo muito maior, aos 33 minutos a Seleção Brasileira conseguiu transformar o domínio em bola na rede. Ludmila recebeu dentro da área, driblou a goleira adversária e, após ficar sem ângulo, cruzou para Debinha, que de quadril, apenas escorou para fechar a conta em 3 a 1.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes