Brasil perde para os Estados Unidos na semifinal da Liga das Nações de Vôlei

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Em jogo eletrizante em Chicago, o Brasil perdeu para os Estados Unidos na semifinal da Liga das Nações de Vôlei e perdeu a chance de chegar à decisão do torneio. Depois de perder o primeiro set, os comandados de Renan Dal Zotto venceram o segundo e o terceiro, mas sofreram a virada no tie-break. Com isso, os estadunidenses fecharam o jogo em 3 sets a 2 (parciais de 25/21, 17/25,  21/25, 25/20 e 15/9).

O grande nome do Brasil na partida foi Leal. Se a equipe não teve um bom ataque no primeiro set, foi a partir das mãos do cubano naturalizado brasileiro que o jogo mudou. O ponteiro aproveitou quase todas as bolas levantadas por Cachopa e terminou o jogo como o maior pontuador da seleção, junto com Wallace, com 16 pontos. Do outro lado, entretanto, Matthew Anderson foi o cara do jogo e levou o time dos Estados Unidos à vitória com 22 pontos.

Com a derrota, resta ao Brasil buscar o terceiro lugar contra a Polônia, neste domingo às 17h (de Brasília). Mais cedo, os poloneses foram derrotados pela Rússia por 3 sets a 1 (parciais de 25/19, 24/26, 25/22 e 25/21). Às 20h (de Brasília), também neste domingo, acontece a decisão da competição entre os russos e os Estados Unidos, donos da casa.

O jogo – O primeiro set começou equilibrado com as duas equipes trocando pontos, até que os estadunidenses conseguiram abrir quatro pontos de vantagem. O Brasil tentou a reação, encostou novamente no placar, mas mais uma vez os adversários dominaram as ações e fecharam em 25 a 21.

A instabilidade no primeiro período serviu para colocar os nervos no lugar, e no segundo set o Brasil imprimiu um ritmo muito forte e atropelou os Estados Unidos. Intenso desde as primeiras bolas, a equipe brasileira abriu vantagem a partir do nono ponto e não deu chance para os estadunidenses. Com a recepção impecável e boas aparições de Leal, o Brasil fechou em 25 a 17.

A intensidade alta continuou no terceiro set, mas com um equilíbrio bem maior por parte dos Estados Unidos. O Brasil chegou a abrir e manter quatro pontos de vantagem até a segunda parada técnica, mas na reta final os adversários encostaram no placar. Ainda assim, o time brasileiro contou com erros estadunidenses e um saque surpreendente de Lucarelli na bola final para fechar em 25 a 21.

O quarto set foi eletrizante e de muitas emoções em quadra. O Brasil começou bem e dava mostras que podia fechar o jogo em 3 sets a 1, mas os erros da equipe foram determinantes para o crescimento dos Estados Unidos. Com a equipe brasileira desestabilizada, os americanos fecharam o set em 25 a 20.

No último e decisivo set, o Brasil mostrou dificuldade na recepção contra os saques dos Estados Unidos, e perdeu a mão do jogo logo cedo. Regidos pelas mãos do levantador Micah Christenson, decisivo na distribuição, os norte-americanos fecharam o tie-break em 15 a 9.

Fonte: Yahoo!

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes