Aidar não garante Osorio no cargo: ‘Só ele pode dizer se fica’

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, disse à reportagem do Estado de S. Paulo nesta sexta-feira que a permanência do técnico Juan Carlos Osorio no comando do time só depende do próprio treinador. O colombiano tem proposta da seleção mexicana e deve dar mais informações sobre o caso neste sábado, após a partida contra o Atlético-PR, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

“Só ele pode dizer (se fica). Da parte do São Paulo, queremos que ele fique, em que pesem as entrevistas controversas que vem dando ultimamente”, disse Aidar. “Digo que o São Paulo é maior que ele e que qualquer um de nós verdadeiros são-paulinos”, completou o dirigente.

Osorio admitiu na última quarta-feira ter sido procurado para assumir a seleção mexicana. “É uma proposta profissional. Tenho que pensar, debater e analisar com a minha família”, comentou durante entrevista no Maracanã após o empate com o Vasco em 1 a 1, pela Copa do Brasil. Na mesma ocasião, o colombiano se garantiu no cargo apenas até sábado.

Internamente, porém, o treinador adota outro discurso e não fala sobre a sondagem do México. “Eu lhe garanto, pelo que ele me disse, e eu tenho que acreditar na palavra dele, é que ele continuará no São Paulo. Ele já me disse, olho no olho, que não tem proposta do México”, afirmou o vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, em entrevista ao canal SporTV na última terça-feira.

A possibilidade de saída de Osorio fez o clube alterar a programação nesta sexta-feira. Em vez da entrevista coletiva de sexta-feira ser com o técnico, como de praxe, foram os zagueiros Lucão e Rodrigo Caio os escalados para falar. A assessoria de imprensa alegou que a fez a troca porque não havia novidade sobre a situação da permanência ou saída do colombiano, que após o jogo deste sábado dará entrevista.

Fonte: Estadão

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes