‘Escola é a última a voltar’, diz vice-governador de São Paulo

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, comentou a chamada “retomada consciente’, plano de retorno gradual das atividades econômicas no estado de São Paulo durante a quarentena provocada pela pandemia do novo coronavírus, que causa a doença covid-19.

Algumas regiões do estado já estão aptas a reabrir parte do comércio a partir de segunda-feira, 1º de junho, quando começa a nova etapa do isolamento social, que começou em 24 de março. Os alunos paulistas, no entanto, devem ainda demorar um pouco para voltarem às carteiras. “Escola é a última a voltar”, disse Garcia em entrevista à Rádio Bandeirantes na manhã desta quinta-feira (28).

Segundo ele, a estratégia é seguida também em outras regiões do Brasil e do mundo, alertando para uma diferença entre as escolas estaduais e municipais.

As unidades que pertencem ao estado, em regra, têm mais adolescentes, enquanto as estruturas municipais, concentram mais crianças.

O vice-governador explica que o diálogo com os adolescentes sobre a epidemia é mais fácil, portanto, a retomada nas escolas estaduais pode ocorrer em julho, enquanto as municipais devem ficar, talvez, para o mês de agosto.

O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, vai “começar a deixar claro” o calendário a partir da semana que vem, ressaltando que a reabertura das escolas impacta na vida dos pais que, eventualmente, precisam voltar ao trabalho.

Fonte: Jornal Metro

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes