Erupção de vulcão destrói casas e deixa 15 mortos na República Democrática do Congo

A erupção do vulcão no monte Nyiragongo, na República Democrática do Congo, matou 15 pessoas, informaram autoridades neste domingo (23). O fenômeno gerou caos na cidade de Goma e nos arredores, onde vivem cerca de 2 milhões de pessoas.

Mais de 500 casas ficaram destruídas pela lava, e cerca de 30 mil pessoas tiveram de fugir das áreas afetadas. Muitos migraram para Ruanda, país na fronteira com os locais mais atingidos. Além disso, segundo a Unicef, mais de 170 crianças estavam desaparecidas.

Moradores da região de Goma, na República Democrática do Congo, sobem neste domingo (23) em morro de magma frio despejado pela erupção do vulcão Nyiragongo (Fotos: Reprodução)

Moradores de Goma retornam à República Democrática do Congo neste domingo (23) após procurarem abrigo em Ruanda para se protegerem da erupção de um vulcão — Foto: Justin Kabumba/AP Photo
Moradores de Goma retornam à República Democrática do Congo neste domingo (23) após procurarem abrigo em Ruanda para se protegerem da erupção de um vulcão (Foto: Reprodução)

O centro de Goma em si não foi atingido pela lava. Mas o ar da cidade ficou difícil de respirar por causa das cinzas e pequenas vilas nos arredores tiveram construções destruídas pela erupção. Moradores da região não sabem o que fazer, segundo relatos obtidos pela agência Associated Press.

“As pessoas ainda estão em pânico e passam fome. Não sabem nem onde vão passar à noite”, disse Alumba Sutoye, um dos moradores, à AP.

Goma passou por tragédia semelhante em 2002, quando o mesmo vulcão entrou em erupção e a lava chegou à cidade. Centenas morreram na ocasião, e mais de 100 mil ficaram desabrigados.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up