Empresário é acusado de fraude nos EUA por usar dinheiro de empréstimo de auxílio contra Covid para comprar card de Pokémon

Promotores federais nos Estados Unidos estão acusando um homem de fraude eletrônica após ele pedir um empréstimo especial para alívio da Covid em nome de sua empresa e usar o dinheiro para comprar um card raro de Pokémon.

Vinath Oudomsine, da cidade de Dublin, na Georgia, mentiu sobre a quantidade de funcionários e a receita bruta de sua empresa na hora de solicitar um empréstimo de US$ 85 mil (mais de R$ 480 mil), que recebeu em agosto de 2020.

O dinheiro foi liberado em uma modalidade de empréstimo especial criada para auxiliar empresários durante a pandemia de Covid-19.

Colecionadores pagam milhares de dólares por cards raros de Pokémon (Foto: Divulgação)

Mas o processo judicial diz que ele usou a maior parte do dinheiro para comprar um card de Pokémon por US$ 57.789 (mais de R$ 326 mil). O documento não deixa claro qual foi o card adquirido, mas alguns exemplares raros são vendidos por colecionadores por mais de US$ 100 mil (cerca de R$ 565 mil).

Caso seja condenado, Oudomsine pode receber uma pena máxima de até 20 anos em uma prisão federal e uma multa de US$ 250 mil (aproximadamente R$ 1,4 milhão).

Fonte: Yahoo!

Scroll Up