Embraer de Botucatu colocará funcionários em férias coletivas

Um grupo de funcionários da Embraer, fabricante de aeronaves com sede em São José dos Campos, entra em férias coletivas a partir desta segunda-feira (24). Além de São José dos Campos, o sindicato afirmou que a medida também será aplicada na unidade de Botucatu. De acordo com a Embraer, as férias coletivas são uma antecipação das férias regulares do empregados e todos os direitos serão pagos.

Segundo a empresa, medida é para adequar produção à queda de demanda do mercado aeronáutico. A Embraer não informou o número de empregados afetados pela ação.

A medida atinge funcionários dos setores de montagem da aviação comercial e executiva da unidade de São José, que serão colocados em férias coletivas em grupos, segundo o Sindicato dos Metalúrgicos. O primeiro grupo saiu no dia 3 de outubro e retorna no dia 1º de novembro. Os dispensados nesta segunda (24) voltam no dia 2 de novembro. Os demais devem voltar até o dia 30 de novembro.

“Desde o início de agosto, a Embraer vem adotando uma série de medidas de redução de custos visando superar o cenário desafiador enfrentado hoje pela indústria aeroespacial e garantir a perenidade da empresa. A Embraer acredita e trabalha pela superação desse momento”, informou a empresa por nota.

Demissão voluntária
Além das férias, a empresa demitiu 1.642 funcionários que aderiram ao Plano de Demissão Voluntária (PDV). A medida era parte de um pacote de ações da fabricante de aviões, que prevê um corte de US$ 200 milhões em despesas em 2016.

Foram abertos dois pacotes, o primeiro em agosto para o setor de produção, que desligou 1.463 funcionários da empresa; e outro em setembro que demitiu 179 do setor de engenharia e projetos.

Fonte: G1

Scroll Up