Embraer abre Programa de Demissão Voluntária

A Embraer divulgou nesta quinta-feira, 2 de julho, a implantação de um Programa de Demissão Voluntária (PDV).

Segundo a fabricante a medida vida minimizar o impacto da crise causada pelo novo coronavirus.Conforme o comunicado, “a empresa discute com alguns sindicatos a abertura de um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para um grupo de colaboradores que está atualmente em férias coletivas e irá iniciar período de licença remunerada”.

A proposta de pacote de incentivo para quem aderir ao PDV inclui extensão do plano de saúde para o colaborador e dependentes por seis meses, auxílio-alimentação de R$ 450 mensais pelo mesmo período, apoio para recolocação no mercado, indenização do restante da estabilidade do acordo coletivo que se encerra em agosto, verbas rescisórias comuns a desligamentos sem justa causa e mais uma indenização de 10% do salário-base nominal por ano de empresa – para quem recebe até R$ 9 mil, garantia de no mínimo 1 salário nominal de indenização; para quem recebe acima desse valor, garantia de no mínimo R$ 9 mil de indenização.

Para quem optar pelo plano voluntário, a data de desligamento está prevista para 20 de julho. A empresa não informou quantos funcionários espera atingir com o PDV. Reforçou, no entanto, ações para a preservação das vagas. “Foram estabelecidas, desde o mês de março, medidas como implantação do trabalho remoto integral (home office), concessão de férias coletivas, suspensão temporária dos contratos de trabalho (lay-off) e redução da jornada de trabalho”, frisa a nota.

Notícias Botucatu

Scroll Up