Dólar fecha em queda, de olho em anúncio do governo e cenário externo

O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira (29), monitorando o recuo da moeda ante divisas de países emergentes no exterior. Investidores passaram o dia aguardando o anúncio do contingenciamento do Orçamento de 2017 e provável elevação de impostos. No final da tarde, o governo iniciou o anúncio.

A moeda norte-americana caiu 0,7%, a R$ 3,117 na venda. Na semana e no mês, o dólar tem alta acumulada de 0,28% e 0,12%.

Antes do anúncio do governo, os investidores adotaram cautela nos negócios. “O mercado fica receoso com o que será anunciado, com o impacto que terá sobre a retomada do país. Na dúvida, o investidor mantém sua posição”, avaliou mais cedo o operador da H.Commcor Cleber Alessie Machado, ao destacar que nos atuais níveis de preço a moeda tem atraído vendedores, segundo a Reuters.

Havia expectativa de que o anúncio sobre o contingenciamento acontecesse na véspera, mas o governo estava aguardando informações sobre receitas para fechar o pacote, entre elas recursos provenientes de precatórios e decisões sobre usinas hidrelétricas.

A meta de déficit primário deste ano é de R$ 139 bilhões para o governo central (governo federal, INSS e Banco Central). O governo tem até o dia 30 para publicar decreto especificando as despesas discricionárias que precisará cortar para cumpri-la.

Cenário externo

No exterior, o dólar trabalhava com recuo em relação a moedas de países emergentes e ligados a commodities, como os pesos chileno e mexicano e a lira turca, segundo a Reuters.

O Banco Central realizou nesta sessão mais um leilão de até 10 mil swaps tradicionais – equivalentes à venda futura de dólares – para rolagem do vencimento de abril.

Fonte: G1

Scroll Up