Dois lagartos e uma cobra são apreendidos em Piracicaba; morador é multado em R$ 11,5 mil

Dois lagartos e uma cobra foram apreendidos em um imóvel na zona rural de Piracicaba nesta quinta-feira (30). O proprietário foi multado em R$ 11,5 mil por crime ambiental.

Equipes da Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), da Guarda Civil e do Pelotão Ambiental e do Núcleo do Bem-Estar Animal foram até o local após receberem denúncia de maus tratos a animais domésticos. Ao chegarem, porém, se depararam com os animais silvestres.

Os lagartos teiús e a cobra estavam no imóvel no bairro Volta Grande, dentro de aquários de vidro. Além deles, o homem também tinha um pássaro Coleirinha, que foi solto pelo infrator, e dois ferrolhos de arma de fogo.

Ao constatarem a presença dos animais, as equipes acionaram a Polícia Militar Ambiental, que aplicou multas e enquadraram o proprietário por crime ambiental. Os animais silvestres foram encaminhados ao Zoológico Municipal. Também será registrado um boletim de ocorrência na Unidade de Polícia Judiciária.

O infrator receberá multas de R$ 3 mil por cada animal silvestre, R$ 500 por manter em cativeiro o Coleirinha e R$ 2 mil por soltura ilegal do pássaro.

Ele foi enquadrado por manter em cativeiro e maus-tratos aos animais silvestres e soltura ilegal de pássaro e ainda pode responder por mais crimes, após perícia dos dois ferrolhos de armas de fogo encontrados.

Lagartos teiús encontrados em propriedade em Piracicaba (Foto: Divulgação/Prefeitura de Piracicaba)

Cães

A motivação da ida à propriedade, entretanto, não gerou penalizações, já que não foi constatado maus-tratos aos cães que estavam no local. O dono dos animais recebeu orientações de adequações que devem ser feitas e os eles serão acompanhados pela equipe.

Além disso, ele deve enviar os cães para castração no prazo de 10 dias. Caso após o acompanhamento o proprietário não acate as orientações sobre manejo de cães, poderá sofrer processo administrativo.

Fonte: G1