Dezenas de pessoas participaram da “Passeata Pela Vida – A Saúde de Botucatu Pede Socorro”, organizada pelos pais da pequena Helena; Veja fotos

No último sábado, 14 de maio, dezenas de pessoas se reuniram e participaram da “Passeata Pela Vida – A Saúde de Botucatu Pede Socorro”, organizada por Jocimaria Oliveira Sales e Christian Luis Sales, pais da menina Helena, de 4 meses, que faleceu no mês de março após passar por atendimento no Pronto Socorro Municipal Infantil.

Cerca de 60 pessoas, com cartazes e faixas, se reuniram em frente ao Cemitério Portal das Cruzes e caminharam, unidos, até o bolsão de estacionamento em frente ao EECA, próximo a Prefeitura.

Em frente ao Cemitério, os manifestantes acenderam velas em formato de uma cruz e pediram “respeito pelas vidas perdidas por falta de acesso ao Serviço Público de qualidade”, segundo os organizadores.

No protesto, as pessoas pediram por Justiça no caso da menina Helena, justiça por outros casos apontados pelos pais e responsáveis como falhas no atendimento da Saúde, pediram soluções para as filas de espera nos Postos de Saúde, para falta de profissionais na rede básica, falta de equipes multidisciplinares, superlotação dos Prontos-Socorros e afirmaram que as equipes de Saúde estão cansadas e com alta rotatividade.

De acordo com os organizadores, “além de familiares de vítimas, profissionais da Saúde de Botucatu, sensibilizados pela causa estiveram presentes, denunciando as condições de trabalho e falta de estrutura para os profissionais realizarem o atendimento com dignidade”.

Jornal Leia Notícias