‘Deus fez um grande milagre’, diz Cauan ao deixar UTI e ser transferido para quarto

Cauan, que faz dupla com Cleber, gravou um vídeo agradecendo todas as orações e mensagens de apoio que recebeu enquanto estava na UTI, em tratamento contra a Covid-19 e disse que Deus o curou. Ele também ressaltou o cuidado que recebeu de toda equipe médica. O sertanejo foi transferido para um quarto do hospital nesta segunda-feira (24).

“Deus fez um grande milagre na minha vida. Tenho certeza que Deus promoveu uma cura muito grande. Na minha alma, em primeiro lugar, e no meu corpo, no meu pulmão. Quero agradecer as orações de cada um que se preocupou comigo”, disse Cauan.

O artista foi internado, primeiramente, na Clínica do Esporte, em 12 de agosto, já depois de descobrir a contaminação pelo coronavírus. Três dias depois, foi levado para o Instituto Ortopédico de Goiânia (IOG), onde deu entrada na UTI. Por fim, novamente após três dias, foi transferido para o Anis Rassi, onde segue, agora, no quarto.

Os pais também estão internado na unidade, com coronavírus. Cauan só soube da notícia nesta segunda-feira e ficou preocupado com eles. “Meus pais ainda estão internados, meu pai na UTI. Eu peço a vocês encarecidamente, as orações, para unirmos nossa fé em prol da saúde do meu pai”, disse no vídeo.

Cauan não imaginava ter complicações

O parceiro de dupla, Cleber, acredita que Cauan não imaginava que pudesse ter complicações graves.

“Acho que ele pensou: ‘Ah, isso vai ser uma febre, vai passar logo, deve ser um resfriado’. Mas, naquele momento, eu procurei falar duro com ele para ele procurar um médico e ir imediatamente para o hospital”, disse Cleber.

Um vídeo que circula em redes sociais, que teria sido gravado no início da pandemia, mostra Cauan zombando da doença. “Peita, coronavírus, vem ni nóis (sic)”, disse.

Namorada dele, Mariana Moraes acredita que o namorado vai se redimir pelo vídeo quando sair do hospital. “Acho que todo mundo já comentou, já falou alguma coisa e, depois, mudou de opinião, né? Nós somos humanos, nós estamos sujeitos a isso”, disse.

Fonte: G1