Deputado Fernando Cury leva demandas de Botucatu e região a Governo do Estado

Na tarde desta terça-feira, 18 de janeiro, o deputado estadual Fernando Cury esteve no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, para uma reunião com o vice-governador do estado e outra com o secretário executivo de desenvolvimento regional, para tratar de diversos assuntos relacionados às regiões em que tem atuação, especialmente à região de Botucatu.

Na reunião com o vice-governador Rodrigo Garcia, Cury apresentou um projeto para a recuperação da “Ponte do Lageado” (a ponte da passagem sobre o Rio Lavapés, no campus da Unesp), que está orçada em R$ 875 mil.

O deputado e o vice-governador também trataram sobre novos recursos para o complexo do Hospital das Clínicas de Botucatu, em Rubião Júnior. Fernando Cury está lutando para incorporar mais R$ 45 milhões ao orçamento do estado, para que o HC possa fazer frente às despesas vinculadas ao Hospital Estadual e o SARAD – Serviço de Atenção e Referência em Álcool e Drogas. A ideia é que esse recurso seja permanente, a partir deste ano, a fim de fortalecer e ampliar o atendimento do HC e para que o Hospital Estadual possa funcionar com sua capacidade total, principalmente no que diz respeito à realização de cirurgias eletivas.

Fernando Cury também discutiu a criação de uma Casa Abrigo, na região de Botucatu, para acolhimento de mulheres vítimas de violência doméstica, familiar ou de relações íntimas de afeto com risco de morte, bem como de seus dependentes.

Por fim, o deputado tratou sobre a elaboração de um projeto de lei que visa incluir os integrantes das carreiras docentes das áreas de Medicina, Saúde Pública e Odontologia das Universidades Públicas Estaduais para a prestação de plantões, alterando a Lei Complementar 1.176 de 2012.

Já na reunião com Rubens Cury, o secretário executivo de desenvolvimento regional do estado de SP, Fernando Cury tratou de dois assuntos. O primeiro foi a nova regionalização de Botucatu e de Avaré, com a possível formação de um aglomerado urbano, para fortalecer as duas regiões. O deputado está lutando para que a região de Botucatu seja formada por 15 cidades, bem como para incluir 13 municípios à região de Avaré, além dos 5 contemplados pelo projeto do governo.

O outro assunto tratado com o secretário diz respeito aos recursos que o parlamentar tem trabalhado para levar aos municípios onde tem atuação, para ajudá-los na retomada da economia, no desenvolvimento dessas cidades e em melhorias para a população.