Dentista morre no Rio de Janeiro após carro levar 17 tiros

Priscila Soares Nicolau dos Santos foi baleada na cabeça e no braço (Foto: Reprodução/Facebook)

A cirurgiã-dentista Priscila Soares Nicolau Reis, de 37 anos, morreu baleada na tarde desta segunda-feira durante uma fuga de traficantes do Morro do Banco, no Itanhangá, Zona Oeste do Rio. O delegado Fábio Cardoso, da Divisão de Homicídios da capital, informou que a principal linha de investigação da polícia é que os criminosos tenham tentado roubar o carro da vítima para fugir de policiais militares que patrulhavam a comunidade. Priscila trabalhava em um consultório no bairro de Copacabana.

O crime aconteceu por volta do meio-dia. De acordo com a polícia, um grupo de traficantes fortemente armado invadiu o morro, mas acabou surpreendido por PMs do 31 BPM (Recreio), que faziam patrulhamento no local. Houve confronto, e os bandidos fugiram pela mata, que dá acesso à Estrada das Furnas.

– Vários homens fortemente armados, inclusive com fuzis, tentaram invadir o morro por volta de meio-dia. A princípio, foram esses marginais que atiraram contra a vítima depois de trocar tiros com os policiais. A principal linha de investigação é que esses bandidos tenham tentado roubar o carro dela, mas não descartamos nenhuma outra hipótese. Estamos investigando se foi latrocínio ou homicídio – disse Cardoso.

O carro da vítima, um Kia Sorento branco, foi atingido por pelo menos 17 disparos. Ela foi baleada na cabeça e no braço e morreu no local. 

Carro da vítima foi atingido por pelo menos 17 disparos (Foto: Reprodução)

Fonte: G1

Scroll Up