Craque do River Plate terá série biográfica na Netflix

O universo do futebol parece ter invadido os serviços de streaming, ou talvez tenha acontecido o contrário. Imaginem só o que pode acontecer quando uma paixão antiga da humanidade se une a uma paixão contemporânea: Sucesso!

A famosa plataforma Netflix não se conteve com as séries e filmes fictícios sobre esportes disponibilizados em seu serviço e partiu para desenvolver materiais biográficos sobre o segmento já há algum tempo. Atualmente, já é possível encontrar eu seu ‘cardápio’ diversos materiais sobre atletas renomados, clubes de futebol e campeonatos. Só sobre o futebol argentino já é possível encontrar títulos sobre o ídolo Maradona, sobre o famoso clube Boca Juniors e sobre a vida do polêmico jogador Carlito Tevez.

Porém, todo esse conteúdo parece ainda ser pouco para um dos públicos mais fascinados por futebol, como é o caso dos argentinos. Pelo que tudo indica, o próximo nome a ser retratado nas telas dos assinantes da plataforma é o do meio-campo colombiano Juan Fernando Quintero que atualmente defenda a camisa do River Plate.  

Fonte: futebolatino.lance.com.br

Juan Quintero, como é conhecido, é colombiano, mas pelo fato de possuir passaporte português acabou chamando atenção de clubes portugueses. O atleta foi contratado pelo FC Porto por 5 milhões de euros e a partir daí começou a construir uma carreira mais visada entre os clubes da Europa. Foi no ano de 2018 que Quintero foi emprestado ao River Plate por um ano e permanece no clube até hoje.

Junto ao River conquistou a Taça Libertadores em 2018 e o campeonato argentino em 2018 e 2019. O destaque do meio-campo no ano de 2019 foi tão significativo que o clube argentino resolveu se mexer nos bastidores para garantir a permanência do atleta no seu elenco. O atual contrato vai até julho de 2021. De acordo com a emissora argentina TyC Sports, o novo contrato com Juan especifica uma multa rescisória que chega a quase 22 milhões de euros.

O jogador é só elogios para o técnico, o elenco e a torcida do River. Em conversa com o ex-jogador Faustino Asprilla, Juanfer fala sobre a produção da série e diz que está na equipe que sempre quis estar. “ Eu me sinto tranquilo, não me importa o que dirão, eu gosto de jogar futebol e de desfrutar por estar em campo, não me importa tanto dinheiro. Quando me aposentar, aí vou dizer ganhei isso, ganhei aquilo outro, tenho dois Mundiais…Apesar do pouco que joguei, que é o que se diz, vivi coisas incríveis. Na Argentina é impressionante o que eu vivi, tive uma carreira muito afortunada”, disse o meio-campo.

River Plate ocupa segundo lugar na Copa Argentina 2020

Quintero ressalta com muito encantamento a sua estadia no River Plate. O clube tem como principal oponente o gigante Boca Juniors que atualmente ocupa a primeira colocação na Copa Argentina de 2020. A rivalidade entre os dois times é antiga e clássica e leva os torcedores argentinos a loucura. Uma partida entre os dois gera enorme audiência de transmissão e odds em sites de apostas esportivas como a Betway, se for disputando a Taça Libertadores então, nem se fala.

Os dois clubes seguem isolados nas primeiras colocações do campeonato nacional e aguardam definições da Associação de Futebol Argentino (AFA) quanto a continuidade do mesmo. Na última terça-feira houve uma reunião com os dirigentes do futebol para solucionar essa situação. A Copa Argentina tem o cronograma simultâneo ao campeonato Europeu, mas foi paralisada no dia 17 de março devido as orientações preventivas da pandemia pelo Covid-19.

Na reunião, o presidente da AFA, Cláudio Tapia confirmou o encerramento da temporada, mesmo estando na segunda fase do campeonato. “ Na reunião do Comitê Executivo nesta terça vamos dar por encerrada a temporada 2020, e ficam estabelecidas pela classificação geral as vagas para a Taça Libertadores e para a Sul-Americana (de 2021). Ficam abertas as vagas da Copa da Superliga e da Copa da Argentina, que serão quando o Ministério da Saúde permitir”, afirmou Tapia em uma entrevista ao canal TNT Sports.

Tapia confirmou também a informação que não haverá rebaixamento pelas próximas duas temporadas, ou seja, até 2022. “Não vai haver descensos nesta temporada que acabou. No próximo torneio, em 2021, também vai ser jogado sem descensos, mas haverá o cálculo da média, para que o rebaixamento seja retomado no torneio de 2022”.

Essa decisão dá o título da Copa Argentina de 2020 ao Boca Juniors, time do Maradona. E deixa o River, time de Juan Fernando Quintero, com o vice-campeonato.

Assessoria

Scroll Up