23 de julho, 2024

Últimas:

Corinthians vence o Liverpool na estreia da Libertadores

Anúncios

O Corinthians superou as dificuldades iniciais e venceu o Liverpool, do Uruguai, por 3 a 0, com gols marcado por Fabián Balbuena, no final do primeiro tempo, e dois de Róger Guedes, na etapa complementar, em sua estreia na Copa Libertadores de 2023, no estádio Centenário, em Montevideu.

Com apenas 11 minutos, Renato Augusto sentiu o joelho e precisou ser substituído, com a entrada de Maycon em seu lugar. Vale lembrar que o jogador fazia sua primeira partida após ter ficado de fora das quartas do Paulistão por um estiramento no ligamento do joelho.

Anúncios

Com o resultado, o Timão é o líder do grupo E da competição continental, seguido pelo Argentinos Juniors, que venceu o Independiente del Valle por 1 a 0, na última terça-feira.

O Corinthians vira a chave para a sua estreia na Copa do Brasil, na terceira fase da competição. Na quarta-feira, a equipe enfrentará o Remo, no Mangueirão, no Pará, às 21h30 (de Brasília). Pela Libertadores, o próximo compromisso será no dia 19 de abril, contra o Argentinos Juniors, na Neo Química Arena.

Anúncios

A bola mal começou a rolar, e o Corinthians chegou e marcou com Fausto, após ajeitada de Giuliano, no entanto, o impedimento foi marcado. Aos 11 minutos, Renato Augusto sentiu o joelho direito sozinho e precisou ser substituído. Maycon entrou em seu lugar.

Aos 23 minutos, em contra-ataque dos uruguaios, Cabrera recebeu a bola pela esquerda e bateu colocado, para grande defesa de Cássio. Novamente, o impedimento foi marcado.

Em lance perto dos 30, Rodríguez chegou pelo lado esquerdo e Balbuena fez a falta na entrada da área. Na cobrança, o próprio camisa 19 mandou a bola na trave. Aos 39, veio a resposta, quando Fausto pegou de primera e mandou uma bomba para a defesa de Britos.

Aproveitando o melhor momento no jogo, Fagner cobrou escanteio direto na cabeça de Balbuena, que balançou as redes e deixou o o time com a vantagem antes do intervalo.

No retorno, Cantillo entrou no lugar de Roni. Os uruguaios tiveram uma chance de empatar logo no início, com uma cobrança de falta, mas a defesa tirou. A resposta veio em lance de Yuri Alberto, que passou para Róger Guedes. No entanto, o camisa 10 carregou a bola pelo lado esquerdo e chutou fraco.

Na sequência, porém, ele não desperdiçou: Fagner lançou dentro da área e, bem posicionado, o atacante finalizou de primeira e ampliou o placar. A resposta veio em falta marcada após toque de mão de Cantillo, mas Guedes tirou na hora certa.

O camisa 10 apareceu novamente aos 17 minutos. A bola passou em rápida tabelinha por Fausto, Yuri Alberto e Giuliano, até o toque alcançar Róger, que fez seu segundo no jogo, o terceiro no total.

A partida, então, caiu um pouco de ritmo e, aos 30 minutos, Fausto acabou cometendo uma falta perigosa e levou o cartão amarelo. Ele e Giuliano acabaram substituídos na sequência, por Paulinho e Du Queiroz, respectivamente. Na cobrança da falta, Nápoli mandou na trave.

Na sequência, Paulinho deu belo passe para Guedes, na cara do gol, que cruzou dentro da área. Fábio Santos tocou para Du, que chutou travado e, no rebote, Yuri Alberto finalizou, para defesa do goleiro, em cima da linha.

Pouco depois, o camisa 9 acabou substituído por Romero. Em grande lance, Paulinho cruzou na medida para Romero, que subiu sozinho em frente ao gol e mandou para fora.

LIVERPOOL-URU 0 X 3 CORINTHIANS-BRA

Local: Estádio Centenário, Montevideu (Uruguai)
Data: 6 de abril de 2023 (quinta-feira)
Horário: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Andres Rojas (COL)
Auxiliares: Dionisio Ruiz e Sebastian Vela (COL)
VAR: Davi Rodriguez (COL)
Cartões amarelos: Meli (Liverpool) e Fausto (Corinthians)
GOLS: CORINTHIANS: Balbuena, aos 45 minutos do 1ºT; Róger Guedes, aos 3 e 17 do 2ºT.

LIVERPOOL: Sebastián Britos; Gastón Martirena, Juan Izquierdo, Gonzalo Pérez, Miguel Samudio (Otormín); Gonzalo Nápoli, Marcelo Meli (Barrios), Lucas Lemos (Antoni); Luciano Rodríguez, Maicol Cabrera (Matías Silva), Alan Medina. Técnico: Jorge Bava.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Gil e Fábio Santos; Roni (Cantillo), Fausto (Du Queiroz), Giuliano (Paulinho) e Renato Augusto (Maycon); Róger Guedes e Yuri Alberto (Romero). Técnico: Fernando Lázaro

Fonte: Conmebol – Fonte: Divulgado/Conmebol

Talvez te interesse

Últimas

Anúncios A Laserfiche — fornecedora líder de SaaS de gerenciamento inteligente de conteúdo e automação de processos de negócios —...

Categorias