Corinthians vence o líder São Paulo e mantém tabu em Itaquera

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

O Corinthians encerrou a sequência de invencibilidade do São Paulo neste Campeonato Brasileiro. Depois de 17 jogos sem perder na competição, o time comandado por Fernando Diniz acabou derrotado neste domingo, por 1 a 0, gol de Otero. No 13º Majestoso na Neo Química Arena, em Itaquera, o Tricolor não conseguiu quebrar o longo tabu de jamais ter vencido no estádio, e vê os rivais Flamengo e Atlético-MG diminuirem a vantagem são-paulina na ponta da tabela do Brasileirão.

Contando com Daniel Alves de volta, o São Paulo entrou em campo com força máxima, mas foi surpreendido por um Corinthians com o meio-campo bastante povoado e pela velocidade de Léo Natel, aposta de Vagner Mancini como “falso 9”. Sem conseguir furar o forte sistema defensivo alvinegro, o Tricolor acabou sendo castigado nos contra-ataques. Como se não bastasse, Diniz perdeu Luciano ainda no primeiro tempo, quando o atacante sentiu uma lesão, tentou retornar, mas não teve condições de seguir no jogo.

Se o São Paulo não conseguiu manter a vantagem de sete pontos na liderança do Brasileirão, o Corinthians conseguiu subir na tabela. A vitória colocou o Timão em nono lugar, com 33 pontos, cinco atrás do Santos, o último na briga direta por uma vaga no G6, grupo que garante vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

O Corinthians começou a partida ligado. Logo aos cinco minutos, Léo Natel recebeu em velocidade, com espaço para explorar, conduziu a bola e bateu de fora da área, forçando Volpi a fazer a defesa. Depois, aos oito, o atacante ex-São Paulo saiu cara a cara com o goleiro tricolor após excelente passe de Cazares, mas viu o adversário fazer grande defesa para evitar o primeiro gol do jogo.

Daí em diante o São Paulo passou a tentar impor o seu jogo em Itaquera, mas não tinha sucesso, ora por erros de passe e falta de movimentação, ora por causa de desarmes feitos pela equipe adversária, que foi a campo neste domingo com cinco jogadores de meio-campo.

Novamente explorando a velocidade de Léo Natel e os espaços deixados pela defesa do São Paulo quanto o time tentava atacar, o Corinthians por pouco não balançou as redes. Aos 19 minutos, Ramiro acionou Léo Natel pela direita, que deixou Bruno Alves no chão, invadiu a área, mas viu Juanfran interceptar o seu passe para Cazares.

Mas, de tanto insistir no contra-ataque, o Corinthians acabou premiado aos 24 minutos. Em erro de passe de Reinaldo, Cantillo ficou com a bola, tabelou com Natel e lançou para Otero, que recebeu com espaço e chutou cruzado para abrir o placar na Neo Química Arena, encerrando a sequência de três jogos sem sofrer gols do São Paulo.

O Tricolor teve sua grande oportunidade do primeiro tempo aos 29 minutos, em cobrança de falta na entrada da área. Gabriel Sara foi para a cobrança e bateu colocado, por cima da barreira, mas mandou rente ao travessão, assustando o goleiro Cássio. O Corinthians, por sua vez, seguia com Léo Natel como principal ameaça no ataque. Aos 38, o atacante bateu cruzado, tirando de Tiago Volpi, mas mandou para fora.

Pouco antes de as equipes irem para o intervalo, Luciano, principal jogador do São Paulo no Campeonato Brasileiro, acabou sentindo e teve de ser substituído por Pablo. A entrada do camisa 9 parece ter animado o time de Fernando Diniz, que precisava buscar o empate. Já nos acréscimos, em falta sofrida por Reinaldo na entrada da área, Gabriel Sara teve a grande chance de igualar o placar nos pés. O meia foi para a cobrança e desta vez fez Cássio se esticar todo para espalmar, garantindo a vantagem parcial para o Timão.

Tirando Bruno Alves para buscar o empate de forma ainda mais incisiva, Fernando Diniz não conseguiu o retorno esperado. O Corinthians continuou minando as tramas dos visitantes no segundo tempo e pressionando a saída de bola. Aproveitar os contra-ataques também seguiu sendo a ordem número um de Vagner Mancini, e aos 13 minutos o Timão quase amplia. Após falha de Arboleda na saída de bola, Cazares acionou Ramiro, que, cara a cara com Tiago Volpi, acabou chutando para fora.

O São Paulo só levou perigo para Cássio aos 20 minutos, quando Reinaldo mandou uma bomba em cobrança de falta, contou com o desvio e fez o goleiro corintiano trabalhar. Na sequência, Daniel Alves cobrou escanteio no segundo pau, onde Reinaldo apareceu livre para bater de primeira, mas a defesa rival bloqueou.

Aos 30 minutos, o Corinthians teve a chance para matar o jogo. Tiago Volpi arrancou com a bola, deixando o gol, e foi desarmado por Cazares. A bola sobrou para Camacho, que, sem goleiro, chutou para fora.

Já na reta final, ambas as equipes tiveram chance de balançar as redes. Aos 40 minutos, Luan recebeu livre da marcação e bateu de fora da área, mas Volpi defendeu. Já o São Paulo viu a chance do empate ir pro água abaixo depois de Arboleda completar cruzamento de Reinaldo e mandar rente à trave de Cássio. Desta forma, coube ao líder do Campeonato Brasileiro se conformar com mais um resultado negativo em Itaquera.

CORINTHIANS 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 13 de dezembro de 2020, domingo
Horário: 18h15 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Gols: Otero, aos 24 do 1ºT (Corinthians)
Cartões amarelos: Daniel Alves (São Paulo)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo (Camacho) e Ramiro (Mateus Vital); Cazares (Luan), Otero (Lucas Piton) e Léo Natel (Gustavo Mosquito).
Técnico: Vagner Mancini

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Arboleda, Bruno Alves (Tchê Tchê) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes (Hernanes); Brenner (Vitor Bueno) e Luciano (Pablo).
Técnico: Fernando Diniz

Fonte: Yahoo! – Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes