03 março, 2024

Últimas:

Corinthians ganha na Vila Belmiro e aumenta pressão sobre o Santos

Anúncios

No clássico dos desesperados, quem se deu melhor foi o Corinthians. Na noite desta quarta-feira, o Timão venceu o Santos por 2 a 0, em plena Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo precisou ser interrompido aos 40 minutos do segundo tempo, quando torcedores do Santos atiraram bombas no gramado.

Os gols da partida foram de Yuri Alberto, que desencantou após 10 jogos, e Ruan Oliveira.

Anúncios

Os visitantes não tomaram conhecimento e dominaram o primeiro tempo. Antes dos 30 minutos, o placar já marcava 2 a 0. Do outro lado, Mendoza até balançou as redes, mas o VAR flagrou um toque de mão do atacante santista e anulou o tento.

Na etapa complementar, os anfitriões até construíram um pouco mais e chegaram com perigo na meta do goleiro Cássio, mas nada foi suficiente para evitar a derrota.

Anúncios

Com o resultado, o técnico Odair Hellmann viu a pressão crescer ainda mais. O Peixe chegou a nona partida sem vitórias na temporada e está na 13ª colocação do Nacional, com 13 pontos. Já o clube do Parque São Jorge se distanciou da zona do rebaixamento e aparece em 14º, com 12. O primeiro time dentro do Z4 ´o Goiás, com oito.

O Santos volta a campo agora no domingo, quando recebe o Flamengo, às 18h30 (de Brasília), pela 12ª rodada do Brasileirão. O Corinthians, por sua vez, visita o Athletico-PR no sábado, às 16 horas.

A primeira grande chance do clássico foi dos visitantes. Com apenas quatro minutos, Matheus Bidu cruzou pela esquerda, e Yuri Alberto testou para a defesa de João Paulo. No rebote, Róger Guedes acertou a trave, mas em posição irregular.

Já aos 14, o Timão teve uma chance de ouro para abrir o placar. Fágner interceptou o passe de Marcos Leonardo na área e puxou rápido contra-ataque. O lateral chegou até a intermediária ofensiva e deu ótimo passe para Yuri Alberto, que saiu cara a cara com o goleiro. O atacante, no entanto, chutou pelo lado.

Com 18 minutos, nada evitou o gol do Corinthians. Ruan Oliveira recebeu ótimo passe de Róger Guedes, desceu até a linha de fundo e, na saída de João Paulo, tocou para o meio da área. Sem goleiro, Yuri Alberto só teve o trabalho de completar para o fundo da rede e sair para o abraço.

O Santos até chegou a empatar logo na sequência, mas de forma irregular. Marcos Leonardo invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado. A bola sobrou para João Lucas, que mandou para o meio da área. Mendoza tentou duas vezes antes de marcar. O VAR, porém, flagrou um toque na mão do atacante e invalidou o tento.

A anulação acabou dando um banho de água fria nos santistas. Assim, os visitantes aproveitaram para ampliar. Aos 28 minutos, Roni cobrou falta com veneno pela esquerda e Ruan Oliveira desviou no cantinho para anotar o segundo gol corintiano na Vila Belmiro.

A primeira finalização do Santos – além dos chutes de Mendoza que não valeram – saiu aos 37 minutos. Depois de cobrança de falta de Lucas Lima, Soteldo pegou a sobra na meia-lua e tentou de primeira, mas por cima. Nos acréscimos, Marcos Leonardo tentou em cobrança de falta e tirou tinta da trave.

Na volta do intervalo, o jogo ficou aberto. O chegou pela primeira vez com quatro minutos. Róger Guedes avançou com liberdade pela esquerda e cruzou na medida para Biro, que chegou chapando de primeira por cima.

O Santos respondeu logo na sequência. Mendoza disparou na lateral esquerda e levantou na cabeça de Marcos Leonardo. O atacante tentou cabecear no contrapé de Cássio, que se esticou todo para fazer uma grande defesa. O goleiro brilhou mais uma vez instantes depois. Dodi arriscou da intermediária e parou no camisa 12.

O Timão voltou a assustar aos 10. Ruan Oliveira foi acionado com muita liberdade na direita e cruzou para Yuri Alberto, que testou de peixinho. No meio do caminho, a bola desviou na zaga e carimbou a trave.

Com o relógio marcando 16 minutos, Mendoza fez bela jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Marcos Leonardo. Pressionado pela defesa, o Menino da Vila desviou para fora. No lance seguinte, Mendoza finalizou, a bola desviou na marcação e morreu na rede pelo lado de fora.

A partir de então, o Santos seguiu tentando pressionar. O time, porém, teve muitas dificuldades para agredir. Já aos 40, torcedores do Santos atiraram bombas no gramado e começaram a xingar o elenco e diretoria do Peixe. Assim, o árbitro encerrou o jogo antes dos 45.

SANTOS 0 x 2 CORINTHIANS

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 21 de junho de 2023 (quarta-feira)
Horário: às 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS – Fifa) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
VAR: Rafael Traci (SC)
Público: 12.499 torcedores
Renda: R$ 661.852,50

Gols: Yuri Alberto, aos 18 minutos, e Ruan Oliveira, aos 28 do primeiro tempo (Corinthians)
Cartões amarelos: Fagner, Matheus Bidu, Guilherme Biro e Yuri Alberto (Corinthians); Rodrigo Fernández e Dodi (Santos)

SANTOS: João Paulo; João Lucas, Joaquim, Messias e Inocêncio (Lucas Pires); Rodrigo Fernández (Sandry), Dodi e Lucas Lima (Luan Dias); Soteldo (Ângelo), Marcos Leonardo e Mendoza.
Técnico: Odair Hellmann.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Caetano e Matheus Bidu (Fábio Santos); Roni, Maycon (Giuliano), Ruan Oliveira (Matheus Araújo); Guilherme Biro (Adson), Róger Guedes e Yuri Alberto
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Fonte: CBFFoto: Raul Baretta/Santos FC

Últimas

Ninguém acerta e prêmio da Mega-Sena vai a R$ 205 milhões

02/03/2024

Anúncios Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.695 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (02) no...

Categorias