Corinthians conta com Copa do Brasil para pagar salários atrasados

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

Avançar às quartas de final da Copa do Brasil pode significar um grande alívio financeiro para o Corinthians. Afinal, a Confederação Brasileira de Futebol vai desembolar R$ 3,3 milhões de premiação para cada um dos clubes classificados à fase seguinte.

O Timão inicia sua trajetória no torneio nesta quarta-feira, às 21h30, contra o América-MG, na Neo Química Arena, pelas oitavas de final. O jogo de volta será na semana seguinte, em Belo Horizonte.

O alívio financeiro é desejado não só para naturalmente encorpar o caixa, mas também para resolver pendências. A principal delas tem a ver com o salário dos jogadores. O time masculino está com dois meses de atraso salarial devido aos problemas financeiros do clube.

  • Se avançar às quartas de final, o Timão embolsa R$ 3,3 milhões;
  • Se avançar às semifinais, o Timão embolsa mais R$ 7 milhões;
  • Se avançar à final e for vice-campeão, o Timão leva mais R$ 22 milhões;
  • Se vencer a Copa do Brasil, o Timão leva R$ 54 milhões, além do dinheiro das fases anteriores.

O Corinthians acumula três títulos e três vices-campeonatos no torneio. O primeiro título veio em 1995, e o Timão também venceu as edições de 2002 e 2009. Já nos anos de 2001, 2008 e 2018, o clube ficou em segundo lugar.

Participações recentes

No ano passado, o Corinthians entrou na Copa do Brasil na primeira fase, avançou à segunda, terceira e quarta etapas, mas acabou eliminado com duas derrotas para o Flamengo nas oitavas de final. No ano anterior, o Timão havia sido vice-campeão, perdendo a final para o Cruzeiro.

Foi justamente em 2018 a última vez em que o Corinthians entrou no torneio direto nas oitavas de final e não nas fases anteriores, já que havia sido campeão brasileiro em 2017.

Imbróglio

Entre idas e vindas, o Corinthians segue sem conseguir receber a antecipação do valor total da venda de Pedrinhoao Benfica, de Portugal. Há quase seis meses o clube tenta liberar os quase R$ 120 milhões para quitar problemas imediatos e voltar a ter certa tranquilidade financeira a curto prazo.

Não há um prazo para que o clube receba esse valor. O dinheiro é visto como um importante socorro financeiro para o Corinthians, que só não enfrenta situação ainda mais difícil porque conseguiu vender o lateral-esquerdo Carlos Augusto por R$ 25,7 milhões ao Monza, da Itália. O valor foi recebido à vista em setembro e serviu para pagar três folhas salarias do elenco que estavam atrasadas.

Em contrato, os portugueses acordaram o pagamento diretamente ao Corinthians apenas em 2021. Porém, com o negócio já fechado, o Timão tenta receber agora o valor integral junto a um banco.

A diretoria alvinegra culpa o Benfica por não conseguir a antecipação do dinheiro. O clube português teria de assinar uma nota promissória como garantia à instituição financeira com a qual o Timão tem um acordo. Isso ainda não aconteceu e, assim, os valores não são liberados.

Fonte: G1 – Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes