Corinthians chega a acordo por botucatuense Clayson; Ponte irá receber dois jogadores

AdSense Postagem 01

Postagem Única 01 Mobile

A transferência do botucatuense Clayson da Ponte Preta para o Corinthians é apenas uma questão de tempo. Ou de detalhes burocráticos. Em reunião na manhã desta sexta-feira em São Paulo, dirigentes dos dois clubes fecharam acordo por 40% dos direitos econômicos do jogador: além de uma quantia em dinheiro – cerca de R$ 4 milhões, a Macaca receberá os jovens Léo Artur e Claudinho como parte do pagamento.

Oficialmente, os clubes ainda adotam cautela sobre o desfecho das negociações. Como de praxe, a diretoria da Ponte só vai se pronunciar quando os contratos estiverem assinados. Também por esse motivo, a Macaca ainda conta com Clayson para a estreia no Brasileirão, domingo, às 16h, diante do Sport, no Estádio Moisés Lucarelli. Se ele entrar em campo, será contra a vontade do Timão, que prefere preservar seu futuro reforço.

O interesse do Corinthians surgiu durante o Paulistão, quando Clayson foi um dos destaques da Macaca e acabou eleito como a revelação do estadual. Como os dois times fizeram a final da competição, as conversas esfriaram durante a disputa do título e foram intensificadas ao longo desta semana. Com a presença do gerente Gustavo Bueno em São Paulo, a situação foi sacramentada nesta sexta-feira.

Para abater o valor da multa rescisória de Clayson com a Ponte – aproximadamente R$ 10 milhões, com contrato até dezembro de 2019, o Corinthians ofereceu dois jogadores à Macaca, que escolheu os jovens Léo Artur e Claudinho. Reforçar o ataque já era uma prioridade escancarada pelo técnico Gilson Kleina antes mesmo da definição da saída de Clayson. Agora são duas baixas consideráveis no setor: Pottker e Clayson, aumentando a necessidade de buscar jogadores de frente.

Claudinho, de 20 anos, chegou do Santos para as categorias de base e teve poucas chances na equipe profissional do Corinthians. Sem espaço, ele foi emprestado ao Santo André no Paulistão e marcou quatro gols em 17 partidas. Léo Artur, de 21 anos, viveu situação semelhante e caiu com o Audax no estadual – 14 jogos e três gols. Ele voltou a treinar no Timão nas últimas semanas, mas não será aproveitado.

Por conta da regra que permite apenas três jogadores emprestados de um clube da mesma divisão, um deles será cedido em definitivo para a Ponte, provavelmente Claudinho. Vale lembrar que o zagueiro Yago e o atacante Lucca, que pertencem ao Corinthians, defendem a Macaca desde o início da temporada.

Aos 22 anos, Clayson chegou ao Majestoso na reta final de 2015, mas só foi se firmar como titular no ano seguinte seguinte. Ainda assim, sempre conviveu com a desconfiança da torcida devido aos altos e baixos. Foi conquistar uma regularidade neste começo de 2017, chamando a atenção do Corinthians, onde vai receber mais que o dobro do salário que tinha em Campinas – por volta de R$ 60 mil. O restante dos direitos econômicos do atacante (60%) estão vinculados ao Ituano.

 

Fonte: G1

Postagem Única 02 Mobile

Anunciantes