Corinthians apenas empata com o Botafogo-SP

O Corinthians foi a Ribeirão Preto neste sábado e parou a sequência de três vitórias seguidas ao empatar por 1 a 1 com o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Com o resultado, o alvinegro foi a 14 pontos, na liderança do grupo A, enquanto o Pantera foi para a terceira colocação do grupo C, com 12.

A equipe ainda foi comandada pelo interino Fernando Lázaro, enquanto o novo técnico ainda não chega – o português Luís Castro é o nome apontado como mais provável. Ele estaria negociando a liberação da multa rescisória com seu atual clube, o Al-Duhail, do Catar.

Apesar da mudança quase total na escalação – apenas três nomes considerados titulares iniciaram -, o desenho era o mesmo, 4-1-4-1, mas com uma qualidade bastante aquém daquela vista nas últimas rodadas, além da falta de entrosamento, como já era esperado. O zagueiro Raul Gustavo, escalado para o lugar de Gil, marcou para o Timão, enquanto Hélio Paraíba descontou. Paulinho, Willian, Renato Augusto e Giuliano entraram na segunda etapa.

O alvinegro ganha uma semana de fôlego neste início de temporada. O próximo compromisso será apenas no domingo, contra o RB Bragantino, às 11h, na Neo Química Arena. Já o Botafogo-SP se encontra no meio da semana com o Azuriz-PR, pela primeira rodada da Copa do Brasil. Pelo Estadual, jogo também no domingo, às 20h30, contra o São Bernardo.

Muito pouco aconteceu na primeira parte do primeiro tempo. O Corinthians tentava infiltrar na defesa botafoguense, enquanto os donos da casa tentavam se aproveitar dos poucos contra-ataques. A primeira chegada do alvinegro aconteceu em chute fraco de Roni, aos sete minutos, para fora, após passe de Cantillo.

O lance mais perigoso do Pantera aconteceu aos 20 minutos, quando Dudu avançou pelo meio e ficou cara a cara com Cássio, mas o chute foi mastigado e fraco, nas mãos do goleiro. Outro jogador que levou perigo foi Bruno Michel, pela direita. Aos 26, Gustavo Silva partiu pela esquerda e fez boa jogada individual, mas acabou travado na finalização.

O jogo passou a ficar mais movimentado, mas ainda assim com poucas chances claras. Aos 33, Luan chutou alto para o gol e Deivity precisou colocar a bola para fora em uma quase “cobertura”.

Partindo para o final da primeira etapa, Cantillo cobrou falta na segunda trave, Róger Guedes passou para trás e Raul Gustavo apareceu para finalizar, sem chance de defesa, abrindo o marcador aos 40 minutos. E o zagueiro ainda fez outro “gol”: tirou a bola na linha, evitando o empate do Botafogo-SP em chute de Tiago Reis.

No retorno do intervalo, sem alterações, o Pantera ficou mais no campo de ataque e buscando chegar ao tento de empate, principalmente pelo alto. Aos 18, Hélio cabeceou por cima do gol, mas, aos 22, Hélio Paraíba conseguiu acertar no fundo das redes, deixando tudo igual, após cruzamento certeiro de Jean.

Percebendo o momento, Lázaro colocou Paulinho e Willian na partida, mas nada foi muito modificado. Perto dos 35 minutos, Renato Augusto e Giuliano também entraram, formando o quinteto estrelado da equipe do Parque São Jorge. Ainda assim, foi o Pantera quem criou mais e tentou chegar na virada. Nos minutos finais, porém, o Corinthians pressionou a área botafoguense, mas sem sucesso.

Botafogo-SP 1 x 1 Corinthians

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 19 de fevereiro de 2022 (sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Douglas Marques das Flores
Auxiliares: Fabrini Belivaqua Costa e Vladimir Nunes da Silva
VAR: Vinicius Furlan
GOLS: Corinthians: Raul Gustavo, aos 40’ 1ºT; Botafogo-SP: Hélio Paraíba, aos 22′ do 2ºT.
Cartões amarelos: Cássio e Xavier (Corinthians)
Público: 13.936 pessoas
Renda: R$ 784 mil

BOTAFOGO-SP: Deivity; Marlon, Joseph, Joaquim Henrique e Jean Victor; Tárik, Emerson, Fillipe Soutto (Guerra); Bruno Michel (Luqueta), Dudu (Kadu Barone) e Tiago Reis (Hélio).
Técnico: Leandro Zago

CORINTHIANS: Cássio; João Pedro, João Victor, Raul Gustavo e Bruno Melo; Cantillo (Paulinho), Roni (Xavier), Luan (Willian); Adson (Renato Augusto), Gustavo Silva (Giuliano) e Róger Guedes.
Técnico: Fernando Lázaro (interino)

Fonte: Yahoo!Foto: Raul Ramos/Agência Paulistão