Corinthians ainda observa reforços por “resposta a calendário apertado”

O Corinthians foi eliminado do Campeonato Paulista no último domingo, mas a temporada só está começando para a equipe de Vítor Pereira. Nesta segunda-feira, o Timão descobriu seu adversário na terceira fase da Copa do Brasil: a Portuguesa-RJ.

Já na próxima terça-feira, dia 5 de abril, o Corinthians estreia na Libertadores. O Timão vai até a Bolívia encarar o Always Ready. Por conta desse calendário cheio, o técnico comentou sobre a busca por novos reforços.

– Temos que encontrar soluções dentro do nosso elenco. Mas estamos trabalhando, nosso presidente está aqui trabalhando, em outra solução que venha a ajudar também a ter mais soluções. Para ganharmos mais funções para dar resposta a um calendário apertado – disse Vítor em entrevista coletiva após a semifinal.

Vítor Pereira conversa com Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, em treino — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Vítor Pereira conversa com Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians, em treino (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

A janela de transferências do futebol brasileiro se encerra no dia 12 de abril. Duilio Monteiro Alves, presidente do clube, também falou com a imprensa após o jogo do último domingo. O presidente citou o pouco tempo até o fechamento da janela.

– A gente sempre trabalha olhando o mercado, olhando as oportunidades, como foi o Júnior Moraes. Mas temos que saber que a janela está curta – disse o presidente.

– Atento no mercado sempre. Mas as soluções muitas vezes estão em casa – completou.

Maycon tem contrato com o Shakhtar até 2025 (Foto: Divulgação)

Principal alvo do Corinthians recentemente, o volante Maycon ainda se encontra na mesma situação. O jogador quer negociado antes do dia 7 de abril, final da janela extraordinária criada pela Fifa. O Shakhtar Donetsk, porém, quer vender seu atleta, independente da data.

Para o Timão, apenas o empréstimo até o final desta temporada seria válido, já que um período curto de Maycon no Corinthians não faria sentido na visão da diretoria. Vale lembra que o atleta prioriza o clube que o revelou em um possível retorno ao Brasil.

Como o próprio Duilio disse em entrevista após as quartas de final do Paulistão, na última quinta-feira, o prazo para essa negociação se concretizar ou não está acabando.

Fonte: G1