Coreias do Sul e Norte concordam em restaurar linha de comunicação

As Coreias do Sul e do Norte concordaram em restaurar as linhas de comunicação entre os países cortadas desde o ano passado, anunciou nesta terça-feira (27) a presidência sul-coreana.

A Coreia do Norte interrompeu todo diálogo oficial com a vizinha do Sul em junho do ano passado, após ameaças de ativistas de enviar panfletos contra Pyongyang ao outro lado da fronteira.

Mas os líderes dos dois países vizinhos trocaram cartas pessoais desde abril para melhorar a relação e concordaram em restaurar as linhas de emergência como um primeiro passo, informou a presidência sul-coreana em comunicado.

A suspensão veio em um momento de estagnação nas relações entre as duas Coreias, apesar de três encontros entre os governantes Kim Jong Un, do Norte, e Moon Jae-in, do Sul.

Assim, o anúncio desta terça-feira foi uma surpresa.

“Segundo o acordo entre os governantes, o Norte e o Sul tomaram a medida de reabrir todas as linhas de comunicação intercoreanas” a partir desta terça-feira, informou a agência de notícias oficial norte-coreana KCNA.

A agência acrescentou que “os dois governantes também concordaram em restaurar a confiança mútua entre as duas Coreias o mais rápido possível e em avançar com o relacionamento novamente”.

O presidente sul-coreano é tido como o arquiteto da primeira cúpula entre a Coreia do Norte e um presidente dos Estados Unidos, em junho de 2018 em Cingapura.

Mas Pyongyang cortou grande parte do contato com Seul após o colapso de uma segunda cúpula entre Kim Jong Un e o então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Hanói, que paralisou as negociações nucleares.

Fonte: Yahoo!

Scroll Up